Mobilidade urbana: conheça 10 soluções simples para aplicar em seu dia a dia

Gerenciar o deslocamento de automóveis e pedestres não é responsabilidade apenas dos setores da administração pública

A mobilidade urbana é um desafio constante, principalmente nas metrópoles. Segundo dados divulgados pelo IBGE em 2018, mais da metade da população brasileira vive nas grandes cidades do País, o que significa que apenas 317 municípios (de um total de 5.568) concentram quase 12 milhões de pessoas, o correspondente a 57% da população. 

A maioria dessas grandes cidades cresceu em ritmo acelerado e sem qualquer planejamento causando problemas como congestionamentos, más condições das calçadas e falta de transporte público eficiente que afetam a todos os cidadãos e é motivo de reclamação por muitos de nós. 

Pensando em alternativas para melhorar a mobilidade urbana e consequentemente nossa qualidade de vida, hoje vamos apresentar 10 ações simples que podem fazer a diferença em nosso dia a dia. Confira: 

1 - Troque o carro pelo transporte público 

Apesar de parecer óbvia, essa é uma das principais mudanças que contribuem para melhorar não só a mobilidade urbana, mas também o meio ambiente. Ao optar pelos transportes coletivos você ajuda a diminuir os engarrafamentos e os índices de poluentes causados pelos automóveis. 

2 - Pegue carona 

Se para você abrir mão do seu veículo é algo impensável seja lá por qual motivo, então repense a forma como você o utiliza. Ofereça ou pegue carona com alguém que se desloca na mesma direção. Descubra se há amigos ou familiares que moram próximo e que possuam horários parecidos com os seus. Dois motoristas em um só veículo significa um carro a menos na rua. 

3 - Utilize bikes e patinetes 

Cada vez mais as grandes cidades apostam em ciclovias e ciclofaixas como uma modalidade de transporte sustentável para melhorar a mobilidade urbana.  

Além disso, ao sair de casa, você pode escolher a forma de locomoção mais adequada ou intercalar diferentes modos de acordo com o seu deslocamento: bike, bike + metrô, ônibus + bike, bike + trem + a pé, etc.  

4 - Incentive o transporte coletivo na sua empresa 

Os ônibus fretados também são uma forma de contribuir para a redução do trânsito e poluição. Enquanto um carro de passeio pode transportar no máximo cinco pessoas, um fretado pode levar até 50.  

5 - Sugira a construção de bicicletários em seu local de trabalho 

A criação de bicicletários já é uma realidade em muitas empresas desde a chegada das ciclorrotas. Um espaço seguro destinado ao estacionamento das bikes e um vestiário para que o colaborador possa tomar uma ducha caso chegue suado ao trabalho, são incentivos ao uso de um transporte de locomoção alternativo. Converse com seu gestor sobre essas opções.

6 - Ande mais a pé 

Deslocar-se a pé, quando possível, é de grande ajuda para o nosso trânsito. Pode ser uma forma de locomoção individual ou coletiva, como ir de uma estação de metrô caminhando até seu local de trabalho juntamente com outras pessoas. E de quebra é bom lembrar que caminhar é uma atividade física e fará bem a sua saúde. 

7 - Mude seus horários

Ajustar seus horários de entrada e saída do trabalho podem fazer com que você passe menos horas parado em um congestionamento. Mais de 80% das viagens da casa ao trabalho e vice-versa acontecem na hora do rush, portanto, se seu trabalho permite, aposte nessa alternativa. 

8 - Cuide bem da calçada da sua casa 

Geralmente quando falamos sobre mobilidade urbana o que vem a nossa mente são as ruas e avenidas por onde transitam carros e motos, não é mesmo? No entanto, as calçadas são uma forma simples e barata de fazer uma pequena revolução em nosso modo de ir e vir. 

Calçadas largas, regulares, sem buracos ou degraus, livres de sujeira e com rampas de acessibilidade são um estímulo para a locomoção. Se você encontrou problemas em alguma calçada durante o seu trajeto, entre em contato com a prefeitura da sua cidade e cobre providências. 

9 - Dirija com consciência 

Seguir as leis de trânsito e dirigir com responsabilidade evita acidentes e, consequentemente, grandes congestionamentos. A redução de acidentes no trânsito impacta positivamente a mobilidade urbana. 

10 - More perto do seu trabalho 

Morar perto do trabalho significa menos tempo no trânsito e garante não só uma boa economia para o seu bolso, mas também para o seu tempo. Distâncias mais curtas favorecem o uso dos transportes coletivos e alternativos para se locomover até o trabalho e assim contribuir com a mobilidade urbana.