5 formas alternativas de lidar com a ansiedade em sua vida profissional

Cuidar de si mesmo é uma das decisões mais importantes para o futuro de sua carreira

A vida de nossa época anda tão acelerada e cheia de mudanças que, vez por outra, nos vemos em picos de ansiedade. A sensação é considerada quase um "mal moderno" e vários estudos apontam técnicas para combatê-la a partir da ajuda profissional.

Mas é importante lembrar que podemos nos resguardar com algumas mudanças de comportamentos diários que ajudam a nos sintonizar com a nossa calma e ritmo normais. Sempre em busca de soluções para que a sua vida seja mais produtiva e feliz, nós da MetLife vamos apresentar abaixo 5 dessas dicas. 

Quando o pico de ansiedade chegar, afeste-se alguns minutos do seu ambiente de trabalho

Ela chega em avisar e parece minar a sua energia de trabalho, da qual você sempre se orgulhou. A ansiedade está cada vez mais presente e parece ser fruto de nossa época contemporânea, com tantas exigências e vida em tempo real, sem descanso.  

Mas, você pode usar algumas técnicas rápidas como se afastar por alguns minutos aquela situação que está tirando o seu foco. Dê uma volta pelo escritório, pegue um café, converse com seu chefe direto ou, apenas, olhe pela janela mais próxima de sua mesa, abstraia. Em alguns casos, a melhor ferramenta para resolver um problema que parece enorme é mudar o foco por alguns instantes e ver nascer uma nova perspectiva para a solução. 

Peça ajuda a um colega de trabalho

Pois é, mostrar-se vulnerável pode parecer uma estratégia ruim em um ambiente corporativo. Mas, lembre-se, o estilo de gestão nas empresas do século XXI tende a ser cada vez mais colaborativo e pedir ajuda pode representar uma chance para se aproximar de um colega de trabalho.  

Comece seu dia com uma atividade que lhe dê prazer logo pela manhã

Você pode trabalhar a ansiedade pontual bem antes, começando o dia com uma energia mais positiva do que o usual. Embora a ligação imediata que a gente faça com "atividade" seja algo físico, você pode se dedicar a um café da manhã mais tranquilo, leitura de um tema que agrade ou até mesmo bater um papo com a família e amigos perto de casa. O importante é quebrar o ritmo da exigência do "levantar e correr para o trabalho". 

Sugira mudança em processos internos de sua empresa

Por outro lado, você atuar de forma mais organizacional, identificando o tipo de trabalho que está gerando os picos de ansiedade e propondo mudanças no processo. Você vai ver que, em alguns casos, é mais simples do que parece (o ato de propor) e você ainda pode ser bem avaliado em função disso. 

Pare de inventar problemas. Comece a inventar soluções

Para concluir, vale lembrar que, em alguns casos e muito em função da repetição de situações pouco agradáveis em nosso dia a dia, podemos desenvolver a habilidade de "inventar problemas". E, eles, por sua vez, nos tiram o tão precioso foco no trabalho. Neste tipo de cenário é uma boa estratégia identificar quais são problemas REAIS e quais são apenas chateações em função de horas acumuladas e pouco descanso. 

Com foco na qualidade de vida, paciência e equilíbrio você tem ferramentas importantes para enfrentar a ansiedade no ambiente de trabalho. Claro que isso não invalida a ajuda profissional que, caso a ansiedade aumente ou se torne crônica, você deve procurar imediatamente.