Produtividade além do limite é um bom negócio?

Essa é uma dúvida que muitas pessoas têm no dia a dia no trabalho e não sabem como lidar com isso

A produtividade vai muito além da quantidade de horas trabalhadas. Na sociedade da performance, um colaborador que tem produtividade além do limite é disputado entre as melhores organizações do mercado.

Mas diante desse cenário, nos deparamos com o seguinte dilema: a produtividade além do limite é um bom negócio? Veja o que a MetLife está abordando neste artigo e tire suas próprias conclusões a respeito do assunto.

A sociedade da performance nos cobra cada vez mais

O mercado de trabalho é desafiador e cobra, cada vez mais, uma maior produtividade e desempenho dos colaboradores em busca de resultados sempre positivos. Afinal, a competitividade é acirrada e ninguém está disposto a perder o emprego, principalmente em época de retração econômica.

Dessa forma, por mais que você acredite que ser produtivo além do seu limite seja um ponto positivo, a sociedade da performance sempre irá te cobrar mais e mais até você chegar ao esgotamento físico e mental. Cabe somente a você decidir se quer fazer parte desse ciclo vicioso.

Sua saúde pode ficar prejudicada

Não estamos falando que ser produtivo além do limite no trabalho seja algo ruim que deve ser evitado a todo custo. O problema é a constância que sua produtividade chega ao limite extremo, o que pode acabar comprometendo sua saúde no dia a dia no trabalho e em um curto período de tempo.

Se a cobrança por uma alta performance no trabalho for a todo momento, em pouco tempo, você pode chegar ao estresse ocasionado pela pressão por resultados cada vez mais melhores. A cobrança para se ter sempre mais produtividade é até saudável, em certo ponto, mas não deve levar o colaborador à exaustão física e mental, diariamente.

Como fica sua qualidade de vida?

A sociedade da performance está cada vez mais presente na vida de milhares de colaboradores que, por receio de perder o emprego, acabam cedendo aos seus anseios e extrapolam o limite da produtividade. O que muitos se esquecem é que sem uma boa qualidade de vida, é humanamente impossível ser mais produtivo no trabalho.

Sem mencionar o fato de que o seu convívio familiar pode ficar prejudicado se você estiver esgotado emocionalmente por causa de cobrança excessiva por mais produtividade no trabalho. Ter qualidade de vida é fundamental, em vários aspectos e não somente para se ter mais desempenho no âmbito profissional. Pense nisso! 

Dessa forma, estabeleça uma rotina de trabalho mais saudável e equilibrada, com horas suficientes de descanso. Somente dessa forma, você será produtivo o suficiente para jamais precisar exceder o seu limite.