Projetos de inclusão profissional

Diversidade existe e deve ser valorizada no mercado de trabalho

Todos somos diferentes. Embora, iguais enquanto seres humanos e perante a lei. Neste sentido, a compreensão desta afirmação é fundamental para entender a importância de uma postura inclusiva da sociedade.

Nos últimos anos, cresce, no mundo inteiro, a reivindicação por igualdade de direitos e respeito pela diferença de diversas minorias. 

O mundo não é homogêneo e a diferença, para além de natural, é salutar e deverá ser integrada de forma orgânica na sociedade. Por outro lado, a revolução tecnológica e as mídias sociais facilitaram a disseminação das mensagens de vozes, anteriormente pouco ou nada ouvidas. 

E não é só nas relações sociais que os comportamentos discriminatórios surgem e são limitativos. A integração no mercado de trabalho da comunidade LGBT QI+, por exemplo, é um processo ainda muito marcado por barreiras e obstáculos. 

Contudo, há projetos de inclusão profissional em curso, e a MetLife apresenta projetos e iniciativas que fazem a diferença.

Conhecendo os seus direitos

Conhecer os seus direitos é, sem dúvida, o primeiro passo. Nem todos sabem ou tem acesso a essa informação que é uma poderosa ferramenta de combate a discriminação. Pensando nisso, foi criada a startup social TODXS. Esta plataforma oferece ao usuário uma compilação completa de todas as leis brasileiras, um quadro legal de proteção destinando à comunidade LGBT. Para além da disponibilização destas informações, nesta plataforma, os usuários poderão denunciar comportamentos discriminatórios. Esta organização aposta numa abordagem tripartida que envolve não só as empresas, mas também o governo e a sociedade civil.

Startups - um ambiente amigável

Uma das características das plataformas digitais é serem amigáveis - ou seja que a navegação seja simples e não coloque obstáculos.  O termo friendly poderá ser, facilmente, transposto para o combate a comportamentos discriminatórios e que promovam a valorização da diversidade.

Neste campo, as startups são bons exemplos. Neste modelo de negócio, encontram-se empreendedores com ideias inovadoras e criativas que combatem a exclusão social. A TODXS é uma, mas há muitas outras. 

O projeto Camaleao.co, por exemplo, é uma startup que faz a ponte entre empresas inclusivas e talentos LGBTs. Mas vai mais além: oferece um treinamento de sensibilização para a empresa para que a integração do profissional corra da melhor maneira.

Contrariando a tendência

Os dados das pesquisas são claros: profissionais LGBTQI+ tem dificuldade na integração no mercado de trabalho e muitos poucos chegam a posições de liderança de grandes empresas. Há, seguramente, um caminho a percorrer. E deve ser urgente. Na maioria das vezes, como forma de ultrapassar esta questão, este profissional decide pelo empreendedorismo.

Mas há empresas que já entenderam que um ambiente corporativo diverso tem muitas vantagens. Verifica-se em ambientes mais inclusivos, uma maior tendência para o aumento da vantagem competitiva e produtividade.

Muitos são os exemplos de empresas que valorizam a diversidade. Neste campo, destacamos as iniciativas do Carrefour e da Procter & Gamble que valorizam a diversidade e têm políticas de recrutamento de funcionários inclusivas

Exemplos que quebram barreiras e nos recordam que as etiquetas são para produtos, não pessoas.

A MetLife acredita e apoia todo e qualquer tipo de inclusão a diversidade. Contamos com vários comiêes de representatividade, com; Presença afro, mulheres de atitude, MDA (MetLife DiverseAbilities) e o GLAM, nosso comitê de LGBTQIA+. Quer saber mais sobre a MetLife e nossas iniciativas? clique aqui.