Sobre o valor da mentoria de quem realmente tem experiência no assunto

Saber discernir quem realmente tem uma larga experiência em certas áreas de quem é mero especulador, faz toda a diferença

Já pensou se você pudesse contar com valiosos conselhos de uma pessoa mais experiente na sua área de atuação na hora de tomar decisões importantes? Isso se chama mentoria e é uma das sensações do momento no mundo corporativo.

Mas qual a diferença entre um bom conselho e das fórmulas mágicas que resolvem poucas coisas?

Conheça agora o valor que uma boa mentoria pode agregar na sua vida profissional, com as dicas da MetLife.

O que é e para que serve a mentoria?

A função de um mentor é aconselhar você em momentos importantes da sua carreira. Trata-se de uma pessoa que tem mais experiência na sua área de atuação e pode o ajudar a entender mais sobre algo em específico. Além disso, o mentor pode dar orientações com o objetivo de definir a melhor maneira de lidar com os problemas do dia a dia.

Mas para você encontrar o conselheiro dos seus sonhos, basta procurar por alguém que tenha uma trajetória profissional invejável. Esse tipo de orientação está cada vez mais valorizado entre as grandes empresas. A troca de experiências entre funcionários novos e veteranos, tornou-se uma nova e crescente tendência.

Cuidado com os falsos gurus

Mas como toda área tem os maus profissionais, você deve tomar muito cuidado para não pedir conselhos a pessoas que só querem tomar seu dinheiro e não têm nenhuma experiência no assunto em questão. No competitivo mercado, também existem os falsos gurus, que criam fórmulas mágicas com o objetivo de enganar os mais desatentos.

Essas pessoas até aparentam ter larga experiência sobre tomadas de decisões importantes a respeito de determinados assuntos dentro da empresa, mas no final, provam que não sabem de nada e só querem levar vantagem. Por isso, saiba discernir os charlatões de quem realmente tem experiência em mentoria.

Como identificar um mentor experiente?

A primeira coisa é conhecer toda a sua trajetória profissional. Uma boa dica é pedir um currículo atualizado do mentor para saber o máximo de informações sobre a sua experiência no assunto que precisa de orientações. Afinal, você precisa saber para quem está pedindo conselhos.

Um mentor experiente precisa ter trabalhado em empresas de grande porte, ter exercido cargos de liderança por um longo período, ter experiência em gestão de equipes e tomada de decisões importantes. Por isso, descarte mentores abaixo dos 40 anos de idade, pois, para ter essa bagagem curricular, precisa ter vivido um pouco mais.

A mentoria contribui para a evolução profissional

Uma mentoria de quem realmente tem larga experiência no assunto e trabalha com fatos concretos, sem enganação, é muito válida para toda a empresa.

Além disso, um bom conselheiro contribui para a sua evolução como profissional, em vários aspectos. Afinal de contas, contar com uma sábia orientação de uma pessoa mais experiente, pode trazer ótimos resultados para a sua carreira.

Agora que você sabe um pouco mais sobre o valor da mentoria de quem realmente traz uma larga experiência profissional, que tal contratar um mentor para sua empresa?