Talent Mobility: Estratégia de recolocação interna pode ser a chave para equipes mais engajadas

Estimule a troca de conhecimento e de pessoas em múltiplos setores da empresa

Atualmente, a alta rotatividade de talentos e a constante busca por retê-los, faz com que ideias inovadoras precisem ser colocadas em prática o tempo todo. 

Assim, surge o Talent Mobility, maneira de valorizar quem já faz parte da empresa, por meio de contratações internas.

Por que investir em Talent Mobility?

A tendência de alta rotatividade em diversos setores das empresas, principalmente por causa dos novos perfis de funcionários, precisa ser trabalhada de forma assertiva e incisiva para garantir que toda a organização evolua.

Por isso, criar formas de realocação - ou neste caso de mobilidade de talentos - é essencial. A ideia, basicamente é fazer com que todos os setores estejam atentos a todos os talentos que existem na empresa e, quando uma nova oportunidade surgir, transferir talentos para novos cargos, funções ou setores, evitando assim a busca por oportunidades fora do ecossistema da empresa.

Os ganhos da empresa com o Talent Mobility

A contratação de uma pessoa externa, além de demandar todo um processo de treinamento, também exige adaptação à cultura e forma de trabalhar, algo que uma contratação interna consegue cobrir.

Isso, aliado a perspectiva de crescimento e desenvolvimento constante dos funcionários, faz com que o engajamento não só nas tarefas do dia a dia, mas também em outras oportunidades, nas quais eles também tenham domínio, seja sempre alto. Afinal de contas, novas oportunidades estão sempre abertas graças a política de mobilidade de talentos.

Como começar ou ampliar a campanha de Talent Mobility

Desenvolver uma política de mobilidade de talentos exige da empresa atenção e comunicação. Com a ideia já funcionando, apresentá-la como algo mais, no momento da contratação, pode funcionar como um excelente quesito para o futuro empregado.

No entanto, a comunicação interna, referente a esse processo, precisa estar sempre em destaque, para que os funcionários conheçam e se coloquem à disposição das vagas, quando elas surgirem.

Com todas as equipes cientes da possibilidade, até mesmo a integração de times diferentes passa a acontecer de maneira mais espontânea, fazendo com que a troca de informação entre profissionais seja mais fluida, o que proporciona melhores resultados.

Outro ponto importante, é necessário ser transparente sobre as necessidades de cada nova vaga dentro da estrutura empresarial. Isso acontece, pois os candidatos internos precisam estar realmente alinhados com o que a empresa busca, e também para que eles possam ganhar conhecimento sobre o posto que desejam alcançar durante o trajeto dentro da organização.