Pontos básicos que você precisa saber antes de abrir uma franquia

Capital inicial e de giro e prazo médio de retorno estão na lista

Em um mercado de trabalho de constante mudança e competitividade, o sonho de empreender e ser o próprio patrão é cada vez mais seguido. Startups, e-commerce e franquias são algumas das opções mais procuradas quando um profissional pretende começar seu negócio próprio. No caso das franquias, por exemplo, existem alguns conceitos básicos que você precisa conhecer antes de colocar a mão na massa, e assim colocar suas economias em jogo.

E para quem procura segurança financeira individualmente, e para toda a família, em caso de imprevistos que afetem seus rendimentos, a MetLife oferece soluções para que você não passe aperto. Conheça as opções de investimento adequadas ao seu perfil.

Se o empreendedorismo faz parte do seu plano de vida e você se sente pronto financeiramente e profissionalmente para encarar o desafio de partir para uma franquia por ser um modelo de negócio já testado, reunimos aqui alguns pontos que você precisa ter em mente antes de colocar o projeto em prática:

1- Faça o dever de casa

Como todo projeto na vida, começar com uma pesquisa é o primeiro passo e o google está aí para isso mesmo. Pesquisar sobre os conceitos de franquia, estabelecer um mercado em potencial para desenvolvê-la, listar as bem sucedidas e quais oferecem as melhores oportunidades e suporte, assim como quais são as implicações legais de começar uma franquia são pontos básicos de partida.

2- Estipule seu orçamento

Como nós da MetLife sempre enfatizamos, planejamento financeiro é fundamental e para começar seu negócio não pode ser diferente. O valor que você possui para investir é importantíssimo até mesmo para te guiar no tipo e no porte de franquia na qual quer investir. Caso você precise de um empréstimo bancário para complementar o valor que já possui, os bancos tendem a confiar mais em franquias com históricos financeiros bem estruturados.

3- Tenha um plano de negócios

Uma vez com o tipo de franquia escolhido, você deve elaborar seu plano de negócios, que consiste num documento que descreve os objetivos de um negócio e quais os passos que devem ser dados para alcançá-los, diminuindo os riscos e incertezas para o empreendedor ou até mesmo futuros investidores, se for o caso. Conheça bem a marca em que vai investir, se sinta à vontade com o produto e domine o conhecimento sobre aquela franquia.

4-  Entenda alguns itens que fazem parte do contrato de franquias

Taxa de franquia, taxa de royalties, capital inicial e de giro, e prazo médio de retorno do investimento são alguns dos conceitos com que você precisa estar familiarizado:

Capital inicial e capital de giro - Nos primeiros 30 dias você usa o capital inicial para começar a operar (pagar mercadorias, impostos, fornecedores, fazer reformas na unidade em que a franquia será instalada e etc.). Após o primeiro mês, esse custo deve entrar no capital de giro, que é uma reserva financeira formada junto com as vendas, afinal como o nome diz: o dinheiro inicial está girando e você precisa cobrir os custos mensais.

Taxa de franquia - geralmente é paga inicialmente e uma única vez ao franqueador como uma espécie de passaporte para trabalhar com a marca. Abrange tudo que vem antes da inauguração do negócio (ex: treinamentos, manuais, escolha do ponto, suporte, entre outros.)

Taxa de royalties - é paga mensalmente. A partir do começo do faturamento é cobrada uma porcentagem do faturamento para o franqueador continuar dando suporte com pesquisa, inovações e etc. O franqueador deve ser relevante para os seus franqueados. A marca tem que ser diferencial e a assistência tem que ser diferencial também para que possa operar com segurança.

Taxa de publicidade - pode ser taxa de propaganda de rede e/ou local. É como o franqueador ajuda a divulgar a loja.

Prazo médio de retorno - muitos empreendedores de primeira viagem apostam em franquias por achar que significam dinheiro rápido. Entretanto, é fundamental levar em conta o prazo médio do retorno do investimento, que significa o tempo que leva para o dinheiro que você investiu voltar para você. Você terá uma margem entre quando começar a funcionar até quando começar a ter lucro, e isso varia de acordo com cada negócio, ponto ou valor inicial investido na franquia. Prepare-se para isso.