Como apoiar carreiras femininas?

4 dicas para incentivar o crescimento das mulheres no mercado de trabalho

O crescimento das mulheres no meio profissional tem surtido efeito positivo, mesmo em passos curtos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), elas já são maioria, com uma média de 51,03%. 

Embora os números sejam promissores, elas ainda sofrem com preconceito de todos os tipos. Nós, aqui na MetLife, não apoiamos discriminações de gênero e raça, e, por isso, desejamos igualdade em cargos, tanto para homens quanto para mulheres. 

Em vista disso, vamos mostrar por que e como é importante apoiar a carreira feminina na nossa sociedade.

Defenda o sucesso das mulheres 

Comece a analisar a profissional que faz parte do seu time por meio da produtividade e da postura que ela demonstra. Vale a pena entender as próprias habilidades e onde ela deseja chegar. 

Outras formas pelas quais devemos defender o sucesso de uma mulher inclui o reconhecimento público e reuniões em meio aos demais funcionários. As redes sociais da empresa são excelentes meios para destacar o sucesso, seja exaltando as qualidades da funcionária, seja compartilhando ou fazendo artigos que retratam os triunfos femininos. Também é imprescindível interromper algum comentário machista que denigre a imagem da mulher. 

Observe seus preconceitos

Muitas pessoas não identificam os próprios preconceitos. O primeiro passo é olhar para as áreas que instigam esse tipo de pensamento. Por exemplo, você acha que os homens são melhores do que as mulheres? Somente o sexo masculino pode conquistar altos cargos nas empresas? Você acredita que as mulheres têm menos capacidade produtiva? 

Se você compactua desse tipo de ideia, é a sua oportunidade de examinar e interromper essa parcialidade, talvez isso esteja afastando a chance de apostar em uma grande funcionária como gerente ou líder de um setor. Isso também vale para não instigar o preconceito aos outros.  

Dê espaço para ouvir as opiniões

É muito comum nas empresas um funcionário do sexo masculino interromper uma colega. Embora o viés demonstrado dessa forma não seja algo que possa ser necessariamente controlado, há maneiras de conseguir que a escutem. Por exemplo, deixe-a colocar suas ideias diante dos demais, buscando simetria profissional em ambos os funcionários. 

Seja ouvida! 

Até o momento falamos sobre como os outros devem tratar as mulheres, mas é imprescindível que você, do sexo feminino, se veja na linha de frente da empresa a qual deseja crescer. 

Então, quando houver a interrupção de pessoas do sexo masculino, faça-se ser ouvida. Se você contribuir com uma ideia e ela não for reconhecida, mas outra pessoa a repetir e for validada, dirija-se a ele ou ela e diga algo que deixe claro que o conceito era originalmente seu, como “obrigada por reforçar a minha ideia”. Dê crédito ao seu talento. 

Conclusão

Acabar com o preconceito contra às mulheres no mercado de trabalho pode levar gerações, mas se cada pessoa valorizar o talento do sexo feminino, certamente vai proporcionar novas perspectivas de crescimento para um mundo mais igualitário.