5 dicas para as empresas se prepararem para o domínio da Geração Z

Dentro de 10 anos, jovens nascidos até 2010 tomarão conta de boa parte dos postos de trabalho

Wikipedia define como Geração Z pessoas nascidas entre os anos de 1995 e 2010, diante do boom da criação de aparelhos tecnológicos modernos. Nativa digital, é muito familiarizada com a internet, compartilhamento de arquivos e telefones móveis, não apenas acessando a rede de suas casas, mas também pelo celular, em qualquer lugar do mundo, a qualquer hora. 

Totalmente tecnológicos, os jovens são rápidos, impacientes e, claro, interativos. E são estes profissionais, acostumados a obter quase tudo em um clique, que começam a ocupar postos de emprego agora e dominarão o mercado dentro de 10 anos. Será que as empresas estão preparadas?  
 
A MetLife acredita em pesquisas e investimentos para melhorar o ambiente de trabalho para potencializar a produtividade das empresas e dos profissionais. Algumas dicas podem fazer a diferença na próxima década.  
 
1 - Invista em alta tecnologia 

A nova leva de trabalhadores pensa, aprende e se comunica em um ambiente definido pela onipresença da internet sem fio, a integração tecnológica em atacado, o conteúdo infinito e o imediatismo. 

Como resultado, espera-se uma força de trabalho com a mais alta performance da história.  Mas para isto, é imprescindível que as empresas invistam em infraestrutura e tecnologia.

2 - Use a criatividade para estabelecer novas relações hierárquicas 

Em meio a mudanças nas relações de trabalho no mundo todo e à interatividade, os jovens da Geração Z não ligam para figuras autoritárias, mas precisam nortear suas ações. 

Os líderes devem reconhecer o poder das habilidades comportamentais destes jovens, além de lidar com a desconfiança dos novos profissionais, que ao contrário dos seus pais e avós, não têm a cultura de esperar somente da empresa os benefícios sociais.  

Para equalizar esta relação, é importante que os novos gestores elaborarem programas de valorização do profissional e promovam um ambiente de trabalho mais agradável. 

3 - Prepare-se desde já para praticar uma gestão transparente  

A era das fake news, contraditoriamente, também é a da informação. Um bom profissional sabe pesquisar dados de forma rápida e assertiva, por isto, o gestor deve focar ainda mais em transmitir mensagens de forma rápida, objetiva e transparente. 

Comunicação ágil e eficiente já faz toda a diferença na atualidade, mas muito em breve, se tornará imprescindível para evitar ruídos com os colaboradores. 

4 - Imprima um ritmo mais dinâmico à produção  

Para esta nova geração, é imprescindível trabalhar de forma ágil e eliminar a burocracia.  Comece agora empregar tecnologia de alta performance para racionalizar o processo! Na verdade, nem o profissional nem o mercado terão boa vontade com empresas que não apresentem soluções de forma rápida e efetiva.

5 - Estimule o autogerenciamento e recompense com feedbacks 

As lideranças têm o desafio de engajar os colaboradores para promover uma gestão participativa, criando o hábito do feedback constante, agregando valor não apenas ao cliente, mas a toda a cadeia produtiva. Desta forma, cada funcionário se verá impulsionado a promover seu aprimoramento pessoal e profissional.