Empresas que nascem na faculdade: veja como fazer funcionar

Saiba como montar o seu time e investir no sucesso do seu negócio

Uma faculdade traz diversos benefícios para o aluno. Como foco principal, ela amplia o conhecimento dos alunos para seguir uma vida profissional. Por outro lado, proporciona novos contatos e parcerias, o que faz com que muitos transformem a amizade em sociedade.

Aqui na MetLife nós entendemos que o sucesso depende da força de vontade. Por isso, mostramos para você com é possível evoluir o seu projeto nascido na faculdade, trabalhando em conjunto.

Muitos empreendimentos começam quando os alunos fortalecem suas afinidades, querendo colocar em prática as experiências vividas na sala de aula. Para chegar ao patamar de uma empresa bem-sucedida, será necessário enfrentar alguns desafios.

Conexão do grupo

Os integrantes precisam estar em perfeita sintonia, afinal, é um relacionamento que tende a ser duradouro, portanto, amistoso. As desavenças devem ser contornadas, pois se houver desgastes emocionais, o projeto não seguirá adiante.

Tirar dúvidas ao máximo professores

O medo e a vergonha devem ficar longe de um bom aluno, quem dirá de um profissional. Tenha o professor como seu grande aliado, então tire todos os tipos de dúvidas em relação ao projeto. Converse com o docente que vocês mais se identificam, podendo ser aquele que esteja mais próximo da sua área para fortalecer os conhecimentos perante o mercado. Outro ponto positivo é que o próprio professor pode indicar clientes para o seu empreendimento.

Participe de palestras e aulas adicionais

Estar presente em palestras e eventos colabora para o desenvolvimento de opiniões, ainda mais quando existe a vontade de formar uma empresa. Nesses eventos adicionais pode-se conseguir parcerias, além de aumentar o networking.

Empresas que começaram dentro da universidade:

Microsoft

No ano de 1975, os estudantes de Harvard, Bill Gates e Paull Allen fundaram a Microsoft. No início, a dupla desenvolveu uma linguagem básica, a organização decolou depois que adquiriu o sistema MS-DOS e, posteriormente, com a chegada do Windows.

Google

O russo Sergey Brin e o americano Larry Page, alunos do doutorado da ciência da computação, estudavam na Universidade Stanford, quando em 1995, desenvolveram um sistema chamado BackRub, que, aperfeiçoado, tornou-se a Google.

Facebook

Não podíamos esquecer ele: Mark Zuckerberg. Quando estudava ciências da computação em Harvard, Zuck e três outros amigos (Eduardo Saverin, Chris Hughes e Dustin Moskovitz) criaram uma rede social interna de relacionamentos, o Facemash. O site logo virou sensação e, em 2004, foi reformulado e batizado como Facebook.

Curiosidade! Já ouvir falar em Spin-offs?

Essa é uma categoria de startups, empresas iniciantes com perfil tecnológico, muitas vezes iniciadas no período escolar. Chamadas também de spin-outs, as spin-offs acadêmicas iniciam suas atividades por meio do incentivo de um professor, com uma conversa entre alunos nos laboratórios, por meio do licenciamento de nova tecnologia ou em virtude do espírito empreendedor de um ou mais alunos.

Busque parcerias certas!

Saiba que o sucesso só depende de você e da sua força de vontade, portanto, se destaque nos estudos para que possa evoluir no seu projeto profissional. Pense dessa forma e busque pessoas com os mesmos conceitos para crescer junto de você.