Inovação disruptiva: O que é e como funciona essa nova tendência?

Os avanços tecnológicos recentes permitiram o desenvolvimento de negócios criativos graças à inovação disruptiva.

Em um mundo cada vez mais moderno, as empresas precisam  se adequar a todo tipo de tecnologia que possa trazer resultados positivos. A transformação digital pela qual o mundo está passando, fez surgir uma nova tendência: a inovação disruptiva, que vem ganhando popularidade nos últimos anos. 

Nós da Metlife trabalhamos para que sua empresa tenha cada vez mais sucesso no mercado e conquiste mais clientes, sempre. Por isso, você vai saber o que é a inovação disruptiva e como funciona essa nova tendência. 

 

O que é inovação disruptiva? 

Podemos dizer que é a inovação em uma tecnologia, produto ou serviço que tem características disruptivas em vez de evolutivas. Esse tipo de criação acaba provocando uma ruptura nos padrões já estabelecidos no mercado. Ela é exatamente o oposto das inovações evolutivas, que consistem somente em melhorias em serviços ou produtos existentes. 

A inovação disruptiva cria mercados e demandas que as pessoas nem sabiam que existiam. Por exemplo, o aplicativo Whatsapp. Antes da sua criação, todo mundo usava o SMS e ninguém sentia a necessidade de se comunicar de outra maneira. 

Mas quando esse importante aplicativo apareceu no mercado em meados de 2012, surgiu uma enorme demanda por esse serviço, o que substituiu o modelo de negócio anterior. Mensagens por SMS se tornaram ultrapassadas, caras e obsoletas por causa dessa inovação disruptiva. 

Como funciona?

Não pode-se negar que a inovação disruptiva trouxe diversos benefícios para todas as pessoas. Ela altera um mercado ou nicho existente através da entrega de um produto ou serviço que oferece maior comodidade, praticidade e acessibilidade. 

Mais economia

Esse bem ou serviço costuma ser mais barato do que as alternativas tradicionais já conhecidas, que têm maiores complicações e custos altos. 

Esse tipo de inovação surgiu para atender nichos que antes eram considerados irrelevantes ou até mal explorados.

Atualmente, as pessoas se comunicam por vídeo ligação via whatsapp com parentes que estão do outro lado do mundo praticamente a custo zero. Isso era caríssimo alguns anos atrás. Essa é a inovação disruptiva! 

 

Permite a remodelagem de vários setores da economia

A inovação disruptiva possibilita milhares de pessoas a obter acesso a produtos, soluções ou serviços que antes estavam disponíveis a consumidores de maior poder financeiro ou que tinham conhecimentos específicos em determinado assunto. 

Isso obriga os diversos setores da economia a se readequarem para atender um novo tipo de público, caso contrário, podem perder mercado e acabarem indo à falência, em pouco tempo. Um bom exemplo disso é a Netflix, que acabou substituindo as locadoras. 

 

Possibilidade de novos negócios

Além disso, a inovação disruptiva resulta no aumento da competitividade entre as empresas, diminuição dos custos e a abertura de novas oportunidades de bons negócios. Novos produtos e serviços chegam com força total em um mercado cada vez mais crescente.

Abre-se um leque de inovações que podem ser exploradas e que tem bastante mercado. A redefinição de um novo segmento ou nicho que está  em defasagem é o combustível da inovação disruptiva, que encontra novas categorias de consumidores.

Em suma, o processo de inovação disruptiva pode se aproveitar de tecnologias existentes, explorar soluções antigas de modos diferenciados ou desenvolver novos modelos de negócios. Existem chances de combinar dois ou mais desses fatores, o que pode ser crucial no mercado. 

A Metlife trabalha em prol do progresso da sua empresa, em todos

os aspectos. Por isso, ela oferece diversos tipos de seguros para empresas para que você e seus colaboradores fiquem resguardados de quaisquer eventualidades. Conte sempre com a gente!