Programas de saúde na empresa: o que seus funcionários esperam?

Prevenção e melhor comunicação de benefícios estão na lista

Com toda certeza, estabilidade financeira e um bom salário são fatores importantes na hora da sua escolha por emprego. Entretanto, benefícios oferecidos pela empresa e bem-estar físico e emocional no ambiente de trabalho ganham cada vez mais peso no mundo atual. Melhores locais de trabalho obtêm melhor retorno.

Nosso Estudo MetLife sobre Tendências de Benefícios para Funcionários – Brasil/2018 revela que o valor atribuído pelos funcionários aos benefícios é tão efetivo quanto a satisfação com salário ou mesmo com ter um líder atencioso. Dentre esses benefícios, programas de saúde na empresa se destacam.

Nossos resultados também sugerem que uma grande parte dos funcionários no Brasil pede ajuda a seus empregadores para manter seu bem-estar. 92% dos funcionários pesquisados acreditam que

o programa de bem-estar de suas empresas teve um impacto positivo na saúde deles. 82% dos empregadores concordam que eles têm responsabilidade pela saúde e bem-estar do funcionário, e 96% citam encorajar um comportamento saudável de seus empregados

como um objetivo importante. Agora, como colocar isso em prática?

1 - Introduza programas educacionais e de intervenção prévia

Prevenção é a palavra de ordem. Esta simples ação ajuda a mitigar possíveis problemas crônicos de saúde nos funcionários. A diversidade de programas preventivos pode ajudar a diferenciar os benefícios no local de trabalho associados a programas de assistência de saúde eficazes.

2- Avaliações periódicas de saúde

Estabeleça feedback utilizando mecanismos que avaliem a saúde do funcionário com periodicidade. Pequenas e médias empresas estão ficando para trás em relação às grandes empresas quando se trata de oferecer programas de bem-estar como: programas de nutrição e perda de peso, exame médico completo anual, exame preventivo de câncer, programas de gestão de saúde para doenças graves e crônicas, e consultório médico no local. E lembre-se sempre: comunique de forma ampla e efetiva a existência desses benefícios!

3 - Ouça as demandas de seus funcionários

Priorize as condições de saúde que a sua base identifica. Os empregadores podem atender a um espectro mais amplo das necessidades físicas e emocionais de seus empregados e direcionar intervenções com o máximo de impacto. Entre os problemas de saúde mais citados pelos funcionários estão: depressão, estresse, doenças cardíacas e diabetes. Uma empresa cuja cultura de trabalho visa o equilíbrio entre qualidade de vida e trabalho de seus funcionários sempre sai na frente como uma melhor empregadora.