5 dicas para economizar na hora de viajar com a família

Para não estourar o orçamento, o segredo é adaptação e planejamento

No mundo atual, marcado por uma rotina cada vez mais corrida, curtir a família, relaxar e descansar é imprescindível! Mesmo com um orçamento apertado, é possível realizar aquela viagem para recarregar as baterias e reunir memórias inesquecíveis com as crianças!

A MetLife acredita que é preciso desacelerar de vez em quando para manter a saúde física e mental. Confira as 5 dicas que preparamos para você curtir uma viagem incrível e ainda economizar!

Planeje tudo com antecedência 

Quando o assunto é viagem, a antecedência é fundamental para você tenha tempo de escolher um local que agrade a todos (e caiba no seu bolso), recolha informações e dicas de quem já visitou o destino, trace um roteiro para coordenar os dias de viagem e não perca os passeios principais. 

Os fóruns na internet continuam sendo fontes valiosas de troca de informações sobre tudo: hospedagem, passeios, rotas, passagens etc. Fique atento também aos blogs de viajantes. Eles costumam compartilhar dicas interessantes (e baratas) que não estão nos grandes portais de notícias. 

Alugue uma casa ao invés de ficar em um hotel  

Hoje é possível alugar casas de temporada de maneira fácil e segura. Elas podem valer muito a pena nas viagens, principalmente quando se tem crianças. Além da comodidade e da privacidade, você economiza no aluguel de quartos e conta com uma cozinha disponível para cozinhar. Comer fora é sempre um dos maiores gastos quando estamos longe de casa e poder cozinhar e preparar lanchinhos para os passeios faz muita diferença para o bolso!   

Viaje fora de temporada 

Considere pegar suas férias em um período que seja fora da alta temporada. Apesar das férias escolares ditarem as regras, é possível fugir dos picos: ir para a praia no final de janeiro é bem mais barato do que logo na virada do ano. 

Uma opção para tentar driblar os preços de temporada é escolher locais mais afastados dos pontos principais da cidade: eles costumam ser mais baratos e vazios, fazendo com que você aproveite muito mais o destino.

Economize no transporte

Caso seja uma possibilidade, vale a pena utilizar o transporte público local. Em algumas cidades o transporte é, inclusive, um destino turístico, como Londres ou Vancouver. Cidades turísticas costumam ter um bom sistema metroviário e rodoviário. Lembre-se de pesquisar sobre isso na hora do planejamento! 

Também vale a pena utilizar as milhas de viagem de cartões de crédito, por exemplo. Para isso, é preciso começar a preparação para a viagem muito antes dela acontecer. Se não for possível, faça as contas do uso do carro na hora de viajar. 

Por mais que uma viagem de carro seja mais demorada do que a de avião, às vezes sai mais barato e mais prático, além da estrada ser uma diversão por si só! 

Converse com os moradores locais 

Cada cidade tem seus segredos e particularidades que só quem mora e vive a cidade diariamente conhece. Conversar com a população local é um ótimo jeito de descobrir restaurantes baratinhos, passeios fora da rota turística convencional, centros de compras mais afastados etc. Parece pouco, mas economizar nos detalhes é o que faz a diferença!