5 documentos que você precisa ter para fazer seu Imposto de Renda 2020

Organize-se desde já para fazer a sua declaração dentro do prazo

Todos os anos temos que nos organizar para o período de Declaração de Imposto de Renda. E por mais que essa seja uma atividade recorrente ano após ano, é comum que as pessoas tenham dúvidas sobre quais documentos ter em mãos para começar o processo, e fazer com que ele seja o mais rápido e tranquilo possível.

Nós da MetLife sabemos que essa organização prévia pode fugir um pouco de nossas rotinas e até dificultar o processo de declaração de alguns contribuintes.

Pensando nisso, destacamos os 5 tipos de documentos que você precisa para fazer a sua declaração de forma muito mais rápida e fácil. Veja a seguir:

1 - Informações pessoais

Comece sempre pelo mais fácil: separe os dados da conta bancária para restituição ou débitos, caso haja. Além disso, tenha em mãos, nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento. Também será necessário o seu endereço atualizado, o comprovante de sua atividade profissional e a cópia da última Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física entregue.

2- Renda

São necessários os informes de:

 

  • Rendimentos de instituições financeiras: desde os bancos até as corretora de investimentos;

 

  • Rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria ou pensão;

  • Rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos;

  • Outras rendas recebidas ano-calendário da declaração, como pensão alimentícia, doações, heranças, entre outras;

  • Se aplicável, resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do Carnê Leão (Carnê-leão é uma forma de recolhimento mensal de imposto de renda de pessoas físicas do Brasil. É cobrado de quem não está sujeito ao recolhimento na fonte, relativamente aos rendimentos recebidos de outras pessoas físicas ou de fontes situadas no exterior);

  • DARFs do Carnê-leão (Documento de Arrecadação de Receitas Federais. Trata-se de um documento emitido pelo Ministério da Fazenda e da Secretaria da Receita Federal para cobrança de tributos administrados por esses órgãos).

3 – Pagamentos efetuados

Informes de pagamentos e reembolsos, ou despesas (recibos, botas fiscais e comprovantes de pagamentos), relativos à despesas médicas, odontológicas, seguro saúde, serviços tomados de pessoas físicas ou jurídicas, doações realizadas, despesas com instituições de ensino e pagamentos de Previdência Privada.

4 - Ônus ou dívidas

Qualquer documento e/ou informações que comprovem ônus ou dívidas pagos ou contraídos no período em questão. Isso inclui qualquer tipo de renda variável e controle de compra e venda de ações, por exemplo.

5 - Direitos e bens

Qualquer documento que comprove a compra e venda de direitos e bens no ano-calendário da declaração:

  • Imóveis: Data de aquisição, área do imóvel, n° de inscrição municipal (IPTU), número da matrícula e nome do Cartório onde o imóvel está registrado.

  • Veículos: número do RENAVAM e/ou registro no órgão regulamentador correspondente.