IPVA mais barato: descubra se você tem direito a esse benefício e saiba como pagar menos pelo imposto

É possível conseguir desconto pagando à vista ou convertendo o veículo para outro tipo de combustível

Quem tem carro já sabe: começo de ano é época de pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA. Com uma rotina cada vez mais corrida, nem sempre paramos para analisar as contas que precisamos pagar, afinal, não temos muito tempo a perder e o que vale paga-las o quanto antes.  

No entanto, se pesquisar um pouco você vai descobrir que pode conseguir um desconto no pagamento desse imposto. E que talvez o seu veículo seja isento ou esteja submetido a uma tributação mais baixa. 

Para ajudar você a se organizar (e economizar), nós da MetLife vamos esclarecer as principais dúvidas sobre o IPVA.

Pagamento à vista X pagamento parcelado 

Uma das maneiras de conseguir desconto no valor do IPVA é pagando o imposto à vista. Mas antes de decidir, busque informações sobre o percentual de desconto oferecido pelo governo do estado em que você mora. Essa taxa é divulgada sempre junto à tabela de pagamentos do IPVA e costuma ficar na faixa dos 3%. 
 
Embora seja um desconto pequeno, vale a pena pagar o IPVA à vista se você tiver dinheiro reservado para isso, pois em geral o desconto é superior ao rendimento que você conseguiria em investimentos e aplicações. Além disso, quem paga à vista não corre o risco de atrasar uma parcela e pagar juros. 

 
Verifique as condições do pagamento parcelado 

Se o valor do IPVA estiver alto e você não tiver a quantia disponível para quitar à vista, a melhor opção é optar pelo parcelamento (que pode ser feito em até três vezes). Embora haja uma taxa de juros embutida nas parcelas, não pegue empréstimo ou entre no cheque especial para pagar o imposto, já que as taxas dessas modalidades de crédito certamente serão mais altas. 

Que veículos têm direito à isenção ou redução do IPVA?

  • Veículos movidos à Gás Natural Veicular (GNV): Em alguns estados brasileiros, como o Rio de Janeiro e o Paraná, os proprietários de carros com GNV podem conseguir alguma porcentagem de desconto no IPVA.  
     

  • Veículos de aluguel: Carros utilizados como táxi ou mototáxi têm isenção do IPVA garantida. O benefício é concedido automaticamente e, se não for, o dono pode apresentar o pedido (feito na Secretaria Estadual da Fazenda) até 30 dias após a data de emissão da nota fiscal para modelos novos.  
     

  • Veículos oficiais, de entidades filantrópicas e adaptados para pessoas com deficiência: Carros do poder público (federais, estaduais, municipais) também ficam livres do imposto. A regra vale ainda para veículos de fundações, partidos políticos, templos, associações e instituições. Carros adaptados para pessoas portadoras de deficiência física, visual e mental também não pagam IPVA. 
     

  • Veículos antigos: A isenção de IPVA para carros antigos varia de um estado para o outro. Em alguns estados como o Acre e o Rio Grande do Norte, carros com 10 anos de fabricação estão isentos. Já em São Paulo e no Rio Grande do Sul, somente os veículos com mais de 20 anos de fabricação estão livres do imposto. Confira a tabela do seu estado.