Mitos e verdades sobre o empréstimo consignado

Essa modalidade de empréstimo vem crescendo, mas existem algumas regras para que ele seja concedido

Oferecido por bancos, fintechs ou instituições variadas, o crédito consignado é uma das boas alternativas para as pessoas que estão em busca de um empréstimo com taxas menos nocivas à saúde financeira.

Apesar de ser uma boa opção para muita gente, existem alguns mitos e verdades sobre o empréstimo consignado. Você precisa saber se está fazendo um bom negócio, certo?   

Nós da MetLife, sempre pensando em trazer conteúdo relevante para o nosso blog, separamos algumas dicas sobre o tema.

Preciso ser funcionário de empresa pública ou privada para conseguir o empréstimo?

Verdade. O empréstimo consignado é uma modalidade de crédito concedida para todos os funcionários de empresas públicas ou privadas, bem como para aposentados e pensionistas do INSS. Se você for funcionário da iniciativa privada, deve-se dirigir ao banco ou financeira que tem convênio com sua empresa. Agora se você for funcionário público, deve verificar a instituição que atenda a sua categoria. 

Posso solicitar qualquer valor?

Mito. Pela lei que regulamenta o empréstimo consignado, cada pessoa pode comprometer, no máximo, 30% da sua renda total com esse tipo de empréstimo. Ou seja, o valor concedido vai depender da sua renda mensal.  

Meu salário é a garantia para conseguir o crédito?

Verdade. O empréstimo consignado tem no vínculo empregatício, ou seja, no salário, a garantia para que a liberação do crédito seja feita. Dessa maneira, o desconto das parcelas ocorre diretamente na folha de pagamento do cliente. 

Devo fazer pagamento antecipado para conseguir o empréstimo?

Mito. Nenhuma operação de crédito deve exigir pagamento antecipado, pois isso pode ser considerado fraude. Se você for fazer um empréstimo consignado e a instituição lhe exigir qualquer tipo de pagamento, fuja dela!  

Posso fazer mais de um empréstimo consignado em meu nome?

Verdade. Você tem total liberdade para fazer quantos empréstimos consignados quiser. O que realmente importa é o valor dos créditos e não a quantidade de contratos. O que não deve ser ultrapassado é o valor da renda total destinado aos empréstimos, que deve ficar entre 5% a 30%. 

O empréstimo consignado dispensa análise de crédito?

Mito. A análise de crédito para o empréstimo consignado é uma regra dessa modalidade para que o valor desejado pelo cliente seja liberado. A empresa precisa estar de posse de todas as informações bancárias do consumidor, bem como o seu score.  

Se eu perder o emprego, o empréstimo é suspenso?

Mito. Essa é uma das dúvidas mais comuns na hora de contratar o empréstimo consignado. A demissão ou exoneração, no casos de funcionários públicos, com ou sem justa causa, não ocasiona a amortização automática da dívida. Nesses casos, o contrato reza que até 30% do acerto demissional deve ser destinado para a quitação das parcelas restantes. 

Agora que você está por dentro dos mitos e verdades do empréstimo consignado, faça um bom planejamento financeiro para ter nome limpo na praça!