Como passar a ideia de valor para as crianças?

A família tem um papel fundamental na formação da criança, principalmente quando se trata de valores

Não é segredo para ninguém que educar uma criança dá trabalho, principalmente nesse mundo competitivo e moderno em que vivemos. Quando se trata de valores, surge um velho dilema: como passar essa ideia para os pequenos?  A família tem um papel importantíssimo nesse processo, pois a formação de uma pessoa de bom caráter depende, exclusivamente, dela. 

A MetLife Foundation em uma parceria de sucesso com a Sésamo, desenvolveu um projeto de abrangência global e, desde 2015, já atendeu a mais de 75 mil famílias com atividades transformadoras de alto impacto social. Por isso, queremos compartilhar com você em nosso blog, algumas dicas de como passar a ideia de valor para nossas crianças. Pode acreditar, é possível vê-las crescer tendo uma noção de que tudo na vida tem seu preço. 

Converse com elas

Nada, absolutamente nada substitui uma boa e franca conversa com os filhos. Os pais devem mostrar para eles, através de exemplos concretos para um melhor entendimento, que todas as coisas têm seu preço e que nada é de graça na vida. Uma boa dica é mostrar que tudo que se consome dentro de uma casa custa dinheiro. Alimentos, brinquedos, material escolar, roupas, mobília e até a água precisam ser pagos.

Desperdício zero

Desde cedo, as crianças precisam aprender a serem totalmente contra o desperdício, independentemente do que seja. Os pequenos precisam crescer com a mentalidade de que o desperdício não pode acontecer, em hipótese alguma. Mesmo que algo seja dado gratuitamente, não pode ser desperdiçado, pois, mesmo que seja de graça, sempre tem alguém pagando por aquilo. Os pais precisam começar a mostrar em casa que nada é desperdiçado por eles. O bom exemplo arrasta multidões! 

Mostre que é preciso trabalhar duro para se adquirir as coisas

Pode até impressionar os pequenos, mas é preciso mostrá-los que os pais precisam sair para trabalhar todos os dias pela manhã para comprar as coisas. Além disso, os genitores podem explicar que cada coisa tem um valor diferente e que nem tudo aquilo que é mais caro é, necessariamente, melhor. Em alguns casos, o valor monetário nem sempre fala mais alto. 

Presente caro? Nem sempre ele é necessário

Nem sempre os pais precisam comprar aquele presente mais caro da loja para agradar os filhos. Às vezes, um presente bem mais barato pode agradar muito mais os pequenos. Quem nunca presenciou o filho não dar a mínima bola para aquele presente caríssimo que ganhou na festa de aniversário e não desgrudar do brinquedo bem mais simples e barato? Essa é a ideia de valor que eles têm e que, de forma alguma, está errada. 

Mostre o valor dos sonhos

Sonhar é necessário e é um dos nossos pilares de sustentação desse projeto. As crianças precisam entender que até os sonhos também cobram seu preço. Por isso, qual a missão dos pais? Mostrar que, quando os filhos se tornarem adultos, precisam trabalhar para alcançar seus sonhos, desde que eles sejam possíveis. 

Dessa forma, é papel fundamental dos pais transmitirem a ideia de valor para as crianças, de tal modo que elas saibam que tudo na vida tem seu preço, inclusive alcançar os sonhos.