Como passar dicas básicas de educação financeira para crianças

Conheça algumas formas simples de mostrar e ensinar os pequenos a cuidar do dinheiro

Aqui na MetLife percebemos que aprender sobre como lidar com o dinheiro desde cedo – quando ainda é criança – é importante para garantir tranquilidade no futuro, durante a vida adulta. Afinal, nossa saúde financeira está diretamente relacionada ao nosso bem-estar e qualidade de vida. Mas é comum surgir a pergunta: como falar sobre dinheiro com uma criança?

Abaixo separamos algumas dicas básicas que servem como primeiros passos para iniciar essa conversa com seus filhos. 

Qual é a idade certa para começar a falar sobre dinheiro?

Não existe uma idade correta. No entanto, é sempre bom lembrar que as crianças - antes de tudo - aprendem pelo exemplo. Por isso, a forma como os pais lidam com dinheiro, compras entre outros fatores é o primeiro contato da criança com esse universo.

Uma dica para que elas compreendam a responsabilidade de lidar com valores, sem que isso pareça algo impossível, é demonstrar tranquilidade e controle no momento de realizar compras, por exemplo.

Mostre a importância de poupar, investir e gastar com consciência

Uma boa opção é começar a falar sobre o valor do dinheiro usando como exemplo quantias pequenas, a partir do momento em que eles começam a entender contas matemáticas básicas. Por exemplo, na compra de um pacote de salgadinhos que custa R$ 2, é possível mostrar como poupar R$ 0,50 o fará comprar alguma outra guloseima um pouco mais cara num futuro próximo. 

Mostrando a diferença entre o essencial e os caprichos

Durante a infância os filhos costumam testar limites e com o dinheiro não é diferente. Por isso é importante deixar claro para eles que nem tudo é realmente necessário. Conversar sobre o acúmulo de objetos e falar sobre tempo de uso de um produto, pode ser uma boa ideia para que eles comecem a entender o que é realmente necessário e o que pode esperar.

Tempo x dinheiro

Mostrar que dinheiro equivale a tempo investido, seja o tempo dos pais no trabalho, seja o tempo dele guardando o dinheiro para uma compra futura, é essencial para que aos poucos ele compreenda de forma concreta como o dinheiro funciona na vida das pessoas.

Dinheiro não é tudo. Existem coisas e momentos mais valiosos

Mesmo com a necessidade de aprender sobre o dinheiro e seu valor, é importante mostrar que o dinheiro é uma ferramenta que permite a conquista de outras coisas. Essa dinâmica é essencial para que as crianças compreendam a importância de equilibrar a vida não só em torno dos valores ganhos, mas também de momentos, pessoas e sonhos.