Dicas para sair da poupança e fazer os primeiros investimentos

Tesouro Direto, CDB e LCI/LCA são ótimas opções de investimento bem mais rentáveis do que a poupança

Vivemos em um mundo em que precisamos ter uma boa reserva financeira para alguma eventual emergência, pois nossa tranquilidade depende disso. Quando o assunto é investimento, surge logo uma dúvida:  como sair da tradicional caderneta de poupança e investir em algo mais rentável? Existem vários tipos de investimento que podem atender bem as suas necessidades. 

Nós da Metlife sempre nos empenhamos para que você tenha uma vida financeira próspera e cheia de realizações, em todos os aspectos. Por isso, você vai saber como fazer a transição da sua poupança para outros investimentos bem mais rentáveis. Pode acreditar, vai dar certo! 

Por que sair da poupança? 

A famosa caderneta de poupança é o tipo de investimento mais popular no Brasil e a preferida de 70% das pessoas. Ela tem suas vantagens, como isenção de Imposto de Renda e a possibilidade de resgatar o dinheiro aplicado a hora que quiser. Mas, em contrapartida, tem rendimentos baixíssimos, o que não é viável financeiramente para um investidor que busca lucros. Conheça outras formas de ganhar mais: 

Tesouro Direto

Esse é considerado o investimento mais seguro do país. Trata-se de um programa do governo federal que permite a compra de títulos públicos. 

Você pode comprar frações de títulos do Tesouro Direto com um investimento mínimo de 30 reais, com liquidez diária. 

Dentro dessa modalidade de investimento, você tem 3 opções de aplicação: Tesouro Selic, Tesouro IPCA+ ou Tesouro Prefixado. Cada um deles tem suas vantagens e você deve manter o dinheiro investido até o vencimento do título. Essa modalidade é tributada pelo Imposto de Renda com alíquotas variáveis. 

CDB

Os CDB (Certificado de Depósito Bancário) são títulos emitidos por bancos e têm rendimento ligados a um percentual do CDI (Certificado de Depósito Interbancário),  que é um indicador que tem rentabilidade parecido com a taxa Selic. Esse tipo de investimento, que tem rendimento prefixado, é bem mais rentável do que a poupança, além de contar com a mesma garantia, que é a do FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Em caso de falência da instituição bancária, o FGC assegura o recebimento até o valor máximo de R$ 250 mil por investidor. Mas você só pode resgatar o dinheiro aplicado no dia do vencimento do título. Essa modalidade de investimento também conta a cobrança de Imposto de Renda, assim como o Tesouro Direto. 

LCA/LCI

A LCA ( Letra de Crédito do Agronegócio) e LCI ( Letra de Crédito Imobiliário) também são ótimas opções de investimento. Trata-se de títulos bancários que têm relação com os setores do agronegócio e imobiliário, respectivamente. Os rendimentos podem ter juros fixos ou atrelados a algum indicador econômico, como a taxa Selic, por exemplo. 

A grande vantagem dessa modalidade de investimento financeiro é que ela tem isenção do Imposto de Renda, o que pode ser uma excelente opção para investidores iniciantes. Além disso, ela conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até o valor de R$ 250 mil por investidor, assim como o CDB.  Vale ressaltar que quanto mais distante estiver o vencimento do título, mais alta será a rentabilidade. 

Independente do tipo de investimento que você escolher, é fundamental se atentar para as regras de cada modalidade. Afinal de contas, você não quer perder dinheiro, principalmente em época de crise, certo?  

A Metlife sempre pensa no seu bem estar e tranquilidade, em todos os aspectos. Oferecemos diversos tipos de seguros para que você e sua família fiquem resguardados de quaisquer eventualidades. Nossa equipe está sempre pronta para oferecer uma solução que mais se adequa às suas necessidades.