Internet em casa: confira 5 dicas para economizar na hora de contratar seu plano de banda larga

Cada vez mais essenciais à nossa rotina, o jeito é pesquisar o plano mais acessível, que atenda às necessidades e preferências

Com o atual cenário econômico do país é comum cada vez mais querer diminuir alguns gastos extras. A lista do supermercado diminui, os presentes se tornam lembrancinhas, mas mesmo assim parece que ainda é preciso fazer alguns ajustes. 

A maneira mais eficaz de se economizar é modificar algumas das suas despesas fixas que têm mais impacto nas contas do mês. E uma dessas despesas fixas é a internet banda larga em casa, tecnologia que antes era um luxo e hoje se tornou uma necessidade, inclusive para se manter conectado ao trabalho. 

Pensando nisso, hoje nós preparamos algumas dicas para você economizar com sua internet banda larga, fazendo assim com que sobre aquele dinheiro para jantar fora ou fazer uma viagem romântica com seu par.  

1) Conheça seu consumo de internet 

O primeiro passo é entender o que você precisa em relação ao serviço de banda larga.  

Para isso, analise quantas pessoas irão utilizar a internet banda larga e quais os serviços serão acessados por elas, levando em consideração as seguintes recomendações: 

• 1 mega: é indicada para quem quer enviar e receber e-mails, ler notícias ou acessar uma rede social; 

• 5 megas: já dá para ver vídeos, ouvir rádio on-line, fazer download e enviar arquivos; 

• 10 megas: para quem quer fazer tudo isso com mais rapidez; 

• 20 mega: dá ainda mais velocidade, especialmente para downloads e envio de arquivos pesados; 

•  50, 100 e até 300 megas: são voltados para usuários que têm muita demanda de internet - muitos aparelhos conectados no mesmo link de internet, alguém que trabalhe com upload constante de vídeos em alta definição ou mesmo alguém que baixe muitos filmes ou jogue online. 

2) Compare as ofertas 

Agora que você já sabe todas as informações do seu plano atual e da sua real necessidade, você pode pesquisar novas opções de planos e ver o que o mercado de internet banda larga tem para oferecer. 

3) Fique de olho nas promoções 

Verifique se não há promoções ou planos mais acessíveis na sua operadora. 

Consulte todos os planos e combos que ela oferece. Pode ser que a empresa tenha planos mais em conta e que atendam às suas necessidades. Aí é só migrar para um novo plano, sem ter que mudar de empresa, aparelhos ou fazer nova instalação.  

4) Verifique se vale a pena contratar um combo 

Diversas operadoras de internet estão disponibilizando também TV por assinatura ou até mesmo telefone, realizando então descontos no total da fatura de acordo com a quantidade e a abrangência dos serviços contratados. Ainda que isto possa parecer uma boa ideia, deve-se levar em conta a real necessidade de tais “extras”, além da possibilidade de contratar os serviços individualmente em empresas diferentes por um valor ainda menor. 

5) Suspenda o serviço quando for viajar 

Vai sair de férias ou viajar a trabalho? Entre em contato com a empresa e solicite a suspensão do serviço pelo prazo máximo de até 120 dias (o mínimo é de 30 dias). Com isso, a empresa corta temporariamente os serviços prestados e você deixa de pagar pelo que não vai usar.