Meus benefícios ou os seus? Como equilibrar os benefícios entre o casal

Avalie custos extras e fique bem informado sobre descontos, convênios e benefícios.

Trabalhar, estudar, dar atenção para os amigos e a família e ainda tentar se divertir um pouco, afinal, ninguém é de ferro. Com uma rotina cada vez mais corrida, dar conta de tudo que você precisa (ou pretende fazer) não é tarefa fácil. No entanto, planejar o futuro e organizar as finanças são tarefas das quais você não pode abrir mão se quiser ter uma vida tranquila.  
 
E quando o assunto é organização financeira, vale colocar na planilha os benefícios oferecidos pela empresa que você trabalha, sobretudo se você tem um parceiro ou parceira que é seu dependente. Esses benefícios podem proporcionar uma boa economia no orçamento dos casais, mas é preciso ficar atento para tirar proveito máximo deles.  
 
Veja como garantir que você e seu cônjuge tenham a cobertura certa e, ao mesmo tempo, aumentar seu poder aquisitivo familiar. 
 

Revise suas opções de benefícios 

Você sabia que muitas empresas flexibilizam os benefícios oferecidos de acordo com as necessidades dos funcionários? Vale ter uma conversa com a área de recursos humanos da sua empresa - ou diretamente com o seu empregador - para ver quais benefícios extras estão disponíveis para você e seus dependentes e a que custo.  
 
Nesta conversa, fale sobre seus cuidados de saúde e outras necessidades de benefícios, seja claro. Você toma algum remédio de uso contínuo? Há empresas que oferecem auxílio-farmácia ou têm convênios que podem resultar em ótimos descontos. Quer fazer um curso de especialização? Muitas companhias têm parceria com instituições de ensino para oferecer descontos aos funcionários e, dependendo do caso, até mesmo custear integralmente os seus estudos.  
 
Como a maioria dos benefícios vale para o cônjuge, se informe também sobre as necessidades dele. Para que o uso dos benefícios corporativos seja ainda mais proveitoso para o casal, sugira que o seu parceiro faça o mesmo na empresa em que trabalha. Quem sabe ele tenha direito a algum plano que possa ser estendido a você e que a sua empresa não oferece? 

 
Confira os custos extras e tudo que está incluído na cobertura 

Existem taxas adicionais ou sobretaxas nos benefícios que se estendem ao seu parceiro? Se você não sabe responder a essa questão, vale se informar. Afinal, você pode estar pagando sem perceber por algo que talvez ele nem use com tanta frequência.  
 
Vale lembrar que, embora sejam praticamente gratuitos, os benefícios oferecidos pela empresa devem, antes de tudo, atender às suas necessidades. Se você ou seu parceiro precisam de plano odontológico, por exemplo, verifique se a empresa oferece essa modalidade ou se dá desconto por meio de convênio com alguma operadora. 
 
O momento de vida do casal também deve ser levado em conta. Se vocês estão pensando em ter filhos, por exemplo, se certifique de que a sua cobertura inclui benefícios de assistência à infância, seguro por invalidez ou seguro de vida. Caso não, é importante pensar em adquirir esses planos por conta própria. Esse tipo de cobertura pode ajudar você e seu cônjuge a construir um futuro seguro juntos. 
 
A MetLife entende que o mundo está em constante transformação e que as relações de trabalho acompanham essas mudanças, por isso está sempre pesquisando para oferecer opções de planos e seguros que atendam aos mais diversos perfis. Conheça e avalie a contratação!