6 ótimos tratamentos alternativos para a saúde e o bem estar

Abordagens naturais e milenares podem te ajudar na prevenção e até na cura de doenças graves

Tratamentos alternativos têm se tornando cada vez mais populares. E já existem muitas pesquisas promissoras que demonstram cientificamente a eficácia e os benefícios das correntes mais holísticas. Desde o combate ao stress até a redução de dores. De acordo com um estudo do Dr. Dean Ornish professor de clínica médica e fundador do Preventive Medicine Research Institute, esse tipo de abordagem na saúde pode ajudar até a reverter problemas no coração, desentupindo artérias e aumentando fluxo sanguíneo.

Aqui na MetLife, estamos sempre de olho em tudo o que há de mais novo no meio da pesquisa sobre saúde e bem-estar ao redor do mundo. Quer ver um outro exemplo que ficamos sabendo do próprio Dr. Ornish? Ele prescreveu a um grupo de pacientes de câncer de próstata uma rotina mais saudável, que incluía exercícios aeróbicos, yoga ou meditação, um encontro de apoio semanal e uma dieta de vegana low-fat. Após um ano, os resultados mostraram não apenas o declínio do câncer, mas também o desaparecimento de genes causadores de problemas no coração, câncer de mama, câncer de cólon, diabetes e do próprio câncer de próstata.

A pesquisa do Dr. Ornish é uma das muitas que comprovam os benefícios à saúde de tratamentos alternativos, além de sua eficácia na prevenção de doenças. Veja aqui algumas práticas já consagradas e populares às quais você pode recorrer para melhorar sua imunidade, reduzir os stress e vencer as doenças.

 

Saiba Mais

 

Acupuntura

Uma prática milenar chinesa. Consiste em colocar finas agulhas na pele, em pontos estratégicos do corpo, para influenciar o fluxo energético, ou “chi”. É usada tanto na prevenção quanto no tratamento de diversas doenças.

Os benefícios da acupuntura dentro da nossa rotina agitada podem ser infinitos. Ela pode ser usada para combater os sintomas de abstinência, reduzir a ansiedade e depressão. Além disso, a acupuntura aumenta a criatividade, melhora o sono, diminui dores, elimina a prisão de ventre, combate a fadiga, entre outras coisas.

Ervas medicinais

A medicina homeopática tem como grande foco as plantas reconhecidas por suas propriedades terapêuticas e de cura. Elas podem ser capazes de melhorar algumas das mais importantes funções do nosso corpo, como a digestão, absorção e renovação dos tecidos

Conheça outras ervas que estão ligadas a saúde:

  • Açafrão: promove reações anti-inflamatórias similares a remédios farmacêuticos; 
  • Gengibre: reduz náuseas;
  • Alecrim: ajuda a combater alergias incluindo congestão nasal

Mas precisamos fazer um alerta neste caso: ervas medicinais não são testadas ou aprovadas pela ANVISA. Portanto, consulte seu médico antes de usá-las.

Yoga

A yoga e a meditação estão entre as melhores práticas para se realizar a conexão entre mente e corpo, um dos focos das terapias alternativas. Pesquisas, em diferentes partes do mundo, já indicam que meses de prática constante de yoga podem reduzir significativamente os níveis de ansiedade, e pode ser considerada uma terapia complementar ou um método alternativo para o tratamento de transtornos de ansiedade

Um outro estudo, da fundação de pesquisa de yoga Swani Vivekananda, na Índia, revela que a prática é mais eficiente do que fisioterapia para a redução da dor, ansiedade e depressão, e para a mobilidade da coluna.

“Este tipo de terapia mistura postura com respiração, imaginação e meditação guiada. É uma ferramenta muito poderosa para reduzir o stress, lidar com problemas emocionais e físicos, além de movimentar o corpo em diferentes níveis”, diz Alexandra Pony, terapista e professora de yoga certificada.

Nutrição holística

Nos últimos anos, vem crescendo o interesse na nutrição como forma de prevenção de doenças, desintoxicação do corpo e ajuda para aliviar os sintomas negativos causados pelos tratamentos médicos tradicionais. E um bom indicador dessa tendência é o aumento da popularidade dos alimentos fermentados.

Alimentos fermentados, como chucrute, kimchi e iogurte, aprimoram a imunidade e ajudam na digestão. E como algumas pesquisas já indicam, a saúde do intestino pode influenciar em transtornos cognitivos, como bipolaridade e depressão, enxergar a comida como remédio é uma forma de cuidar da própria saúde.

Massagem como terapia

O relaxamento não é o único benefício de uma boa massagem. Estudos já indicam que o efeito terapêutico da massagem pode melhorar o sistema imunológico e pode ser praticado junto ao tratamento com remédios

Uma pesquisa publicada no Journal of Alternative and Complementary Medicine revela que quem passa por uma experiência de massagem terapêuticas muda as reações imunológicas e endócrinas, incluindo a diminuição dos níveis de cortisol, conhecido como hormônio do estresse, e aumenta o número de linfócitos, que são as células que ajudam o sistema imunológico a defender o corpo de substâncias nocivas.

Reiki

Prática similar à massagem, o Reiki tem um toque mais suave por parte do terapeuta. De acordo com a Associação Internacional de Profissionais de Reiki, a prática é um tipo de cura espiritual e de movimento da energia interior.

Na prática, os terapeutas aplicam um leve toque ou um método sem toque, com as mãos um pouco acima do corpo. A canalização das energias pode ajudar a diminuir o estresse e a relaxar, criando no corpo um recinto de cura. O Reiki se tornou uma popular ferramenta aos tradicionais tratamentos médicos.

O Hospital de Hartford, em Connecticut (EUA), conduziu algumas pesquisas que indicam que o Reiki melhorou o sono dos pacientes em até 86%, reduziu a dor em 78%, a náusea em 80% e diminuiu a ansiedade durante a gravidez em 94%.

De acordo com Alexandra Pony, o Reiki é um “incrível complemento” a qualquer tratamento. Segundo a terapeuta, a prática não causa nenhum efeito negativo para a saúde ou aos remédios. Apenas move gentilmente as energias para o corpo do paciente. É um método efetivo de relaxamento, então é particularmente maravilhoso para a fadiga ou cansaço, além de estresse e ansiedade”, diz Pony.

E aí, você tem alguma questão de saúde ou algo, por menor que seja, que incomode o seu bem-estar? Buscar um tratamento alternativo pode te ajudar muito. Mas lembre-se: não deixe de consultar seu médico antes.