Adolescentes com a boca saudável? Trabalhamos.

Período de mudanças deve ser acompanhado por cuidados extras com saúde bucal, inclusive para valorizar autoestima

A chegada da adolescência que, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) vai dos 10 aos 19 anos, traz uma série de mudanças. Além das questões hormonais naturais da evolução de todos nós, da fase infantil para a adolescência, muda também o comportamento. O adolescente quer ser dono do próprio corpo, do tempo e do espaço. E, claro, com isso, acaba fazendo o que quer. Mesmo sem saber o que precisa.

Nós na MetLife preferimos acreditar que sempre dá para, com uma boa conversa, mostrar como a vida pode ser mais divertida e, claro, saudável. Acredite: mesmo na adolescência dá para passar dicas de saúde bucal para essa galera. Vem com a gente aprender.

Dicas para estimular adolescentes a cuidar de sua saúde bucal

O grande desafio quando você estiver frente a frente com adolescentes será mostrar que a saúde bucal é importante. Um bom caminho é sempre mostrar a vantagem imediata das ações (escovação, ida ao dentista entre outras) e, claro, que isso vai ser um reforço incrível para a autoestima dali em diante.

Perguntamos ao Dr. Danilo Maurici, responsável técnico na MetLife, que sempre nos dá dicas ótimas aqui no Blog, como abordar a questão com adolescentes. Confira as dicas.

Troque goles de refrigerantes e doces entre as refeições por mais tempo em atividades que o adolescente goste

Um dos grandes desafios na hora de cuidar da saúde bucal dos adolescentes são os lanchinhos e petiscos que sempre rolam entre as refeições. Que tal investir em uma moeda de troca com a galera? Algo como: cada copo A MENOS de refrigerante vale mais uma hora em alguma atividade que ele goste? Vale aqui reforçar o lance da boa forma, da saúde e da disposição. Refrigerantes são os grandes culpados por aqueles quilinhos a mais e irritações na pele!

Acompanhar na hora da escovação, fazendo uma "ponte" com o que o adolescente vê em sala de aula

É sempre bom lembrar sobre os benefícios da escovação e do uso constante do fio dental.

Mas, uma forma ainda mais eficiente de converter isso em ação é tornar tangível os benefícios da prática e os riscos de não se fazer isso. Para a galera que já estiver no ensino médio, inclusive, vale uma ponte como o que está sendo visto em sala de aula, abordando temas como as bactérias que acabam por se alojar nos espaços entre os dentes ou até mesmo sobre as doenças que podem acontecer se nos descuidarmos, como gastrites, sinusites, pneumonias, e até doenças cardíacas. E, claro, que um sorriso bem tratado tem mais chance de fazer sucesso. ;)

Escolher o protetor bucal que combine com o estilo dele

Para quem tem adolescentes mais radicais em casa, vale uma visita especial ao dentista para avaliar o uso de protetores bucais, principalmente no caso de esportes como judô, jiu-jítsu, boxe, karatê e até mesmo skate e ciclismo, que tem um grande risco de acidentes que podem levar a traumatismos em dentes e maxilares. Mas, lembre-se, faça isso considerando o estilo de cada um, buscando em lojas especializadas um modelo que combine com eles.

Lembrar que dá para ter estilo sem descuidar da saúde bucal

Na busca pelo controle do espaço, do tempo e do próprio corpo que mencionamos no início do post, muitos adolescentes investem em uma presença mais intensa, através de roupas, tatuagens e… piercings. Como proibir não costuma funcionar, uma boa abordagem é explicar sobre os riscos presentes neste tipo de intervenção, como inflamações, intolerâncias (alergias) e até perdas sérias de tecidos ósseos e das gengivas.

Lembre que investir na correção da arcada dentária vai se converter em um sucesso incrível lá na frente.

Um belo sorriso, sabemos todos, abre portas em diversos momentos da vida de qualquer um. Na vida de um adolescente, repleta de inseguranças, isso é ainda mais verdadeiro. Caso a família identifique malformação, dentes tortos ou outro tipo de anomalia, agende uma visita ao dentista para dar início ao processo de correção.

Nesta visita, vale claro uma avaliação geral caso ocorra algum tipo de reclamação de ranger dos dentes ou despertar com dores de cabeça, que podem estar relacionados ao bruxismo noturno, muito comum nessa fase da vida.

Se o papo rolar, saúde bucal também vai

Um grande resumo é que quanto mais as decisões forem tomadas em conjunto, a partir de diálogo aberto e combinados com trocas realistas, maior a chance de sucesso. No caso da saúde bucal, um bom caminho é focar nas vantagens sociais e estéticas que acontecem na vida do adolescente quando os dentes são cuidados com carinho.

Claro, você pode contar com a MetLife em diferentes momentos dessa jornada. Estaremos sempre ao seu lado quando o assunto for os melhores planos odontológicos para resguardar a sua saúde bucal e a sua vida como um todo. Dá uma conferida em nossas soluções, sempre com as mais diferentes coberturas para as principais especialidades necessárias para manter a saúde de seu sorriso.