Apneia do sono: Entenda como ela afeta sua vida e como diagnosticar

Noites mal dormidas, alto índice de estresse e baixa qualidade de vida estão entre os problemas causadas pelo distúrbio

Dormir bem é uma das principais formas de mantermos nossa saúde e rendimento em dia, não é mesmo? Afinal de contas, é praticamente impossível conseguir restaurar corpo e mente sem uma boa noite de descanso após um dia agitado.

No entanto, nem sempre conseguimos dormir da forma que precisamos, seja por ansiedade, estresse ou por causa de problemas fisiológicos como a apneia, distúrbio que atrapalha a gente e também quem está por perto.

Com isso em mente o time MetLife elencou alguns sintomas que auxiliam na identificação do problema e também como tratá-la, tudo para garantir uma ampla melhoria na qualidade de vida. Vem com a gente!

Afinal de contas, o que é a apneia do sono?

Esse quadro é um distúrbio do sono potencialmente grave e que leva à parada respiratória, de alguns segundos, durante o sono. Vale ressaltar que, de acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 30% da população adulta sofre de apneia do sono.

Só existe um tipo de apneia do sono?

Não. Atualmente é possível encontrar duas descrições diferentes para esse quadro:

A apneia obstrutiva do sono, é a mais comum e acontece quando os músculos da garganta relaxam e acabam fechando as vias respiratórias, impedindo a respiração correta. Esse processo faz com que o cérebro seja avisado de que algo está errado gerando a interrupção do sono por um breve momento.

Durante esse processo a pessoa pode roncar ou produzir um som semelhante ao sufocamento.

Já, a apneia do sono central, não é tão comum. Seu quadro é gerado quando o cérebro não é capaz de transmitir sinais para os músculos responsáveis pela respiração. 

Vale lembrar que em ambos os quadros há a redução de oxigênio na corrente sanguínea,  isso faz com que o sistema nervoso fique sobrecarregado, elevando os batimentos cardíacos e estimulando a contração dos vasos sanguíneos, gerando hipertensão, por exemplo.

Quais os sintomas da apneia do sono

Alguns sintomas da apneia do sono já são bem conhecidos: Ronco alto e pequenas paradas respiratórias durante a noite. No entanto, por causa da má qualidade do sono, quem sofre com o distúrbio também pode ter sonolência excessiva durante, insônia, dor de cabeça matinal, entre outros detalhes.

Diagnóstico e tratamento da apneia do sono

O diagnóstico está ligado a dois fatores importantes: A constatação do sono agitado - algo que o companheiro da paciente pode ajudar na constatação - e também por meio da polissonografia, exame que confirma e analisa a gravidade do distúrbio.

Com a confirmação realizada, é importante conhecer a origem do problema, que pode ser sobrepeso, maxilar inferior encurtado, fumo, excesso de álcool, dormir de barriga para cima. 

Depois desse processo e do diagnóstico correto, tem início o tratamento que é indicado de acordo com o principal fator no desenvolvimento do problema, podendo ser desde perda de peso até o uso de dilatadores de narinas, algo que só a consulta com um especialista é capaz de auxiliar.

E claro, manter a saúde em dia deve ser um dos nossos principais objetivos no dia a dia e a MetLife, por meio de suas ferramentas de cuidado é sempre uma boa aposta para todas a família.