Criança que chupa dedo e os riscos à saúde bucal

Descubra como chupar dedo pode prejudicar a saúde bucal do seu filho

Muitas crianças têm o hábito de chupar dedo, mas apesar de muitos pais permitirem isso, poucos sabem o problema que essa mania pode trazer para a saúde da boca dos pequenos. Por isso, é importante cuidar do seu filho e fazer com que ele pare de chupar dedo.

Pensando em como ajudar você, a Metlife resolveu mostrar os problemas que essa ação pode trazer a saúde bucal da criança. Leia o texto até o fim e confira tudo sobre o assunto!

Por que chupar dedo pode prejudicar a saúde da boca?

Você pode até achar fofo quando seu filho começa a chupar o dedo, mas esse hábito não é tão bonito para a boca dele. Isso porque chupar o dedo causa alterações não apenas na arcada dentária, mas também em toda estrutura do rosto, podendo provocar problemas respiratórios, na fala, na mastigação e deglutição.

Além disso, pode ocasionar complicações mais severas. Quando o hábito se tornar constante, as mudanças podem atingir todo o bloco ósseo, prejudicando o processo de oclusão e o vedamento dos lábios.

Com isso, o crescimento ósseo sofre retardo, fazendo com que haja más posições dentárias e desequilíbrio da musculatura da boca

Além disso, a língua passa a ocupar espaço a mais da boca, fazendo com que a criança pare de respirar pelo nariz.

Muitas crianças costumam chupar o polegar, mas há casos em que tanto o polegar quanto o indicador são utilizados. Assim, o gesto de sugar os dedos altera a dentição, causando dentes tortos e fora do local certo. 

Como tratar o problema?

O primeiro passo é descobrir as causas que levaram seu filho a começar o hábito. É muito importante que você investigue a fundo a raiz disso.

Existem muitos motivos para uma criança chupar o dedo, como tédio, estresse e ansiedade. Por isso, é muito importante fazer com que seu filho crie novos hábitos rotineiros para aliviar a tensão e ocupar a mente.

Brincadeiras que usem as mãos são forte aliadas. Sendo assim, faça com que seu filho comece a mexer com massinhas de modelar ou pintar com aquarela. Descubra o que ele gosta de fazer e incentive sempre.

No entanto, se você perceber que ele apresenta quadros emocionais e que a mania passou a surgir depois de uma perda pessoal, por exemplo, então procure ajuda psicológica para que o quadro possa melhorar.

Você também pode procurar um dentista infantil que contribua com a situação. Em muitos casos será necessário a contribuição de um ortodontista junto com um psicólogo e fonoaudiólogo.

Quando a criança para de chupar o dedo antes dos dentes permanentes nascerem, há chances de autocorreção dos desvios da arcada. Entretanto, se o hábito permanece, apenas o dentista especializado conseguirá determinar procedimentos de correção.

Chupar o dedo é um péssimo hábito que pode prejudicar a saúde do seu filho. Por isso, fique de olho e faça todo o possível para que ele pare com a mania.