Conheça dicas importantes para amenizar a sensação térmica do seu bichinho

Protetor solar, banhos regulares e ventilador vão melhorar muito o dia a dia do seu animal de estimação

Durante os dias mais quentes do ano é comum sofrermos com as altas temperaturas e buscarmos recursos que amenizem esse incômodo. Se para nós, seres humanos, já é difícil, uma para os nossos pets, que, muitas vezes, não conseguem comunicar suas necessidades e o que estão sentindo. 

A equipe MetLife, preocupada com o bem-estar de todos os membros da família, listou alguns cuidados importantes para fazer com o que o dia a dia dos nossos bichinhos durante os dias quentes seja mais confortável.  

Mantenha água fresca por perto o tempo todo 

Sombra e água fresca para os bichinhos é essencial durante esse período do ano. Mantenha um recipiente com água ao alcance do pet, e realize a troca periódica. Uma boa dica é colocar algumas pedrinhas de gelo, para chamar a atenção e estimular a hidratação. 

Passear, sim, mas só nos horários mais frescos 

Manter a rotina de passeios do animal é importante. No entanto, a preocupação com os horários mais quentes precisa ser levada em conta.  

Os veterinários indicam que as caminhadas sejam realizadas até às 8h30 da manhã ou após às 19h, evitando o chão quente e as altas temperaturas. 

Protetor solar para pets, uma proteção necessária 

Cachorros de pelo curto, pelagem branca ou mucosas claras precisam de mais proteção contra o sol. Por isso, apostar em um protetor solar para pet é uma boa opção. Esses produtos específicos são facilmente encontrados em pet shops, no entanto, caso não estejam disponíveis na sua região, também é possível utilizar protetor solar para crianças.  

É importante proteger as partes mais sensíveis do corpo do animal: locais com menos pelagem, orelhas, focinho e a região ao redor dos olhos. 

Pelagem escura e longa, atenção a necessidade de tosa 

Manter o pelo curto é uma das formas mais fáceis de garantir alívio para a temperatura corporal dos bichinhos. No entanto, é importante que o pelo não fique curto demais, justamente para proteger do sol.  

Se o bichinho tiver pelagem escura, vale a pena pensar em alternativas para que ele se refresque, já que ele pode absorver mais calor. Deixar um ventilador ligado - próximo ao chão - é uma boa ideia. 

Banhos regulares, mas cuidado com o choque térmico 

Banhos diários são uma boa forma de diminuir o calor sentido pelos bichinhos. No entanto, é importante ficar atento ao choque térmico. Para prevenir esse problema, basta começar o banho molhando as patinhas e as orelhas do animal de estimação, depois espalhar a água pelo corpo e então ele está livre para curtir a ducha. 

Atenção aos alimentos e ao tempo de exposição ao clima 

O calor deteriora a qualidade do alimento de forma muito rápida. Por isso, é importante buscar um local fresco para servi-lo. Caso seu pet não coma tudo de uma única vez, é recomendado que as sobras sejam descartadas. 

Outro detalhe importante sobre a alimentação dos pets durante o verão é que eles podem ter o apetite alterado, seja comendo menos, ou deixando para comer em horários alternativos, quando a temperatura está mais agradável. Então, não se preocupe.