Dieta detox: entenda como funciona e quais são os benefícios

Consumir alimentos para desintoxicação pode ser mais fácil e gostoso do que você imagina

Os dias cada vez mais corridos, datas festivas no decorrer do ano e menos tempo para se dedicar a uma boa alimentação, podem contribuir para o consumo de alimentos ricos em gordura e carboidratos, como frituras e embutidos. O consumo desses produtos contribui para o aumento de componentes tóxicos no organismo, resultando na inflamação das células. Na prática, a má alimentação provoca baixa resistência, cansaço, pele opaca e peso extra, entre outros reflexos a longo prazo.

O corpo elimina naturalmente as toxinas pela transpiração, respiração, fezes e urina, mas o acúmulo de substâncias tóxicas exige medidas para a realização de uma “limpeza”, o famoso “detox”.

Nós, da MetLife, nos preocupamos com a sua saúde e, por essa razão, listamos uma série de dicas para você se sentir mais saudável depois de um período de exageros.

Que tal diminuir o consumo de alimentos industrializados?

Para se desintoxicar, você deve evitar qualquer tipo de produto de origem industrial, mesmo os “light”. Para temperos, por exemplo, uma boa opção é o vinagre de maçã e o de limão, que trazem substâncias antioxidantes e fortalecem a imunidade, deixando o organismo mais ativo contra as toxinas. Já o azeite de oliva lubrifica o intestino, otimiza a eliminação das substâncias tóxicas e acelera o metabolismo.

Beba muito líquido

Ao longo do dia, o hábito é fundamental para a eliminação de toxinas. Vale ingerir chás, sucos naturais, sopas e até alimentos que contenham bastante água, como melancia, melão, alface e pepino. Aliás, beber muita água é a receita básica. A bebida elimina toxinas do corpo, combate o inchaço, regula o sistema digestivo e o intestino e acelera o metabolismo, estimulando o corpo a queimar mais calorias ao longo do dia.

Inclua alimentos “milagrosos” na dieta

Na salada, no suco ou refogada, a couve estimula as enzimas que neutralizam as toxinas e ainda é rica em vitamina B, que facilita o metabolismo da proteína, carboidrato e gordura.

A maçã e o brócolis também são ótimos antioxidantes, por evitar a formação dos radicais livres, diminuir os efeitos do envelhecimento e o aparecimento de doenças degenerativas, como o câncer. Veja outros exemplos de alimentos que ajudam a limpar o organismo:

Frutas cítricas: elas fazem com que o fígado libere mais toxinas do organismo, por meio de um composto chamado limonoide. São exemplo de frutas cítricas o kiwi, o caju, o limão e a laranja.

Comida viva: pelo menos 50% do prato de uma refeição deve ter opções de alimentos crus, como folhas verdes, brotos e verduras. Eles estimulam a digestão e atuam no processo de transporte de nutrientes até as células

Fibras: encontradas na farinha de trigo, no macarrão e no arroz integral, varrem as toxinas e favorecem o bom funcionamento do intestino.

Chá de hibisco: ajuda a reduzir a retenção de líquido e potencializa a queima da gordura, devido à combinação de vitamina C, cálcio e de uma substância chamada antocianina, que dá cor roxa aos alimentos e ajuda também a combater os radicais livres.

Chá verde com gengibre:
acelera a desintoxicação e o metabolismo. Para o preparo, ferva por três minutos 1 pedaço (3 centímetros) de gengibre em 1 litro de água, desligue o fogo, acrescente 3 colheres de sopa de chá verde e abafe por 15 minutos. Coe e beba ao longo do dia.