Entenda por que japoneses envelhecem com tanta saúde

4 motivos que podem explicar a longevidade no Japão

Na MetLife entendemos que vida longa e qualidade de vida andam juntas. Quer um bom exemplo? O cuidado que os japoneses têm com a sua saúde e qualidade de vida.

Os japoneses são notoriamente conhecidos pela longevidade. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, em 2018, a expectativa média de vida no Japão chegou aos 84.2 anos de idade – homens em média com 81.1 anos e mulheres chegando aos 87.1 anos. O Japão conseguiu um feito mundial: o número de japoneses que chegaram ou ultrapassaram os 90 anos de idade bateu a marca impressionante de 2 milhões de pessoas.

Os japoneses estão na posição número 1 na expectativa de vida no mundo, e não apenas isso, eles vivem mais e com mais saúde. 

E para nos inspirarmos, listamos 4 causas para a tradição de vida saudável e longeva do povo do Japão:

1- Dieta balanceada faz diferença

A dieta japonesa é conhecida por ser magra e balanceada. Consiste basicamente em: peixes, frutos do mar, grãos integrais, vegetais e tofu. A comida ocidental ultra processada, comprovadamente responsável por uma série de doenças é praticamente inexistente nos pratos dos nipônicos.

2- Japoneses ‘Go Green’

Apesar da vida agitada de qualquer metrópole, o japonês tem por hábito ser criado em um ambiente que valoriza a vida a céu aberto. Por exemplo, em 2012, pesquisas mostraram que 98% das crianças japonesas já possuíam o hábito de ir à escola de bicicleta ou a pé. Esse tempo ao ar livre traz uma série de benefícios, como a absorção da Vitamina D, cuja deficiência pode acarretar uma série de doenças como câncer, doenças autoimunes, depressão e artrite. Além disso, tempo gasto aproveitando os benefícios da natureza melhora as funções cognitivas e criativas em 20% e 50%, respectivamente, apontam estudos.

3- Sistema de Saúde Eficaz

O Sistema de Saúde no Japão é considerado um dos melhores do mundo. Combina conhecimento e equipamentos médicos avançados com acessibilidade a todos, seja de forma pública ou num modelo privado híbrido em que o governo arca com pelo menos 70% dos custos dos procedimentos, e consegue dar conta de sua população idosa de forma eficaz. O governo japonês também dá ênfase, através do sistema de saúde, a medidas preventivas de combate ao suicídio e conseguiu reduzir os casos em 30.000, um marco não alcançado desde 1998.

4- Disposição Genética

Acesso a um bom sistema de saúde e dieta equilibrada a base de peixes certamente ajudam a viver mais e com mais saúde. Entretanto, alguns estudos mostram que os japoneses têm maior predisposição a dois genes específicos, que impactam nessa longevidade. O primeiro é o DNA 5178, que protege o indivíduo de doenças adultas como: infarto do miocárdio, doenças vasculares cerebrais e diabetes tipo 2. Já o genótipo ND2-237Met pode conferir resistência a doenças cardiovasculares e aterogênicas.