Ideias criativas para conviver em casas pequenas

Organização e cooperação ajudam a enfrentar a rotina

Uma das tendências mais recorrentes no mercado imobiliário é a compactação das unidades habitacionais. Até aí, todos nós dávamos um jeito: fazíamos uso das áreas comuns do condomínio para lazer, íamos ao shopping para um cinema etc. Só que aí, veio o isolamento social. E todos ficamos em casa, por nossa segurança.

Como conviver em espaços pequenos com muita gente ao mesmo tempo? Com organização, colaboração e criatividade. A MetLife preparou algumas dicas para ajudar nesse momento. Vem com a gente!

Comece com um final de semana de organização 

Que tal transformar a baguncinha da casa em uma oportunidade para reunir a família e criar um mutirão da organização? Para os pequenos, inclusive, pode ser uma oportunidade de diversão, para passar o tempo.

Organize uma gincana com missões compatíveis com a idade de cada um e dê pontos de acordo com a quantidade de áreas que conseguirem organizar. Ao final, a pessoa, dupla ou time vencedor (depende da quantidade de participantes envolvidos), pode escolher o lanche da tarde, por exemplo.  

Essa dinâmica ajuda a não só, claro, arrumar o ambiente, como marcar claramente uma mudança, uma nova forma de lidar com o espaço. Isso é importante porque conviver em espaços menores requer muita colaboração de todos. 

Crie espaços reversíveis

Uma boa forma de fazer as coisas fluírem mais em ambientes pequenos é pensar cada cantinho como uma oportunidade para fazer mais com menos. Mais funções com menos espaço. Mais momentos com menos tempo etc.

Assim, uma varanda em um apartamento pequeno, pode contar com ganchos e suportes suspensos, onde se colocam os itens de academia. Em determinada hora do dia, afasta plantas e cadeiras e transforme sua varanda em um espaço para exercícios. 

Ou ainda, o pequeno quarto com a função de home-office, com mesas e cadeiras chegadas para o lado, pode ser palco de uma brinquedoteca para os pequenos, que sempre estão em busca de novas atividades em tempo de isolamento social.

Repense seus espaços para eles ajudarem em uma vida mais suave e tranquilo, mesmo em espaços menores.

Moradores em sintonia

Mesmo contando com a organização e ajuda de todos, com os espaços repensados, é importante também criar um fluxo de pessoas que se adapte ao fato de mais dessas pessoas estarem em cada ao mesmo tempo. Como fazer isso? Entrando em sintonia!

A cada início de semana, sente com a família e/ou todos os moradores e identifique os compromissos e horários de cada um, para buscar semelhanças e espaços que podem ser utilizados em criar conflitos. Por exemplo, se o filho precisa seguir em seus estudo na plataforma online da escola, de 9h ao 12h, atividades físicas devem aguardar esse momento passar. 

Igualmente, na hora de reunir a família para um almoço ou confraternização, demais compromissos devem ser cancelados, para que a família curta em conjunto. É importante que esses combinados sejam realmente compromissos firmados entre todos. Assim, cada um abre espaço para o outro!