Retirar as amígdalas faz mal à saúde?

Cirurgia para a retirada das amígdalas e consequências, conheça o que mito e verdade.

Em um mundo cada vez mais conectado, somos bombardeados com milhares de informações sobre o que faz bem ou mal para nossa saúde. Quando o assunto é a cirurgia para retirar as amígdalas, muitas dúvidas podem surgir. Afinal, esse procedimento faz mal para nossa saúde? Não existe um consenso médico sobre o assunto e cada caso precisa ser avaliado.

Nós da Metlife nos empenhamos para que sua vida seja sempre melhor, em todos os sentidos. Por isso, para aprimorar seus conhecimentos, você vai conhecer os mitos e verdades sobre a cirurgia para a retirada das amígdalas, que fazem parte do sistema de defesa do organismo e da mucosa respiratória.

O que são as amígdalas e qual a sua função?

As amígdalas são aglomerados de tecido que pertencem ao nosso sistema de defesa impedindo diversos tipos de infecções da mucosa respiratória e do aparelho digestivo. Elas estão localizadas em ambos os lados da garganta e possuem o formato oval. As amígdalas fazem parte do sistema imunológico local e se interagem com elementos agressores na produção e armazenamento de anticorpos.

É perigoso para a saúde operar as amígdalas?

Não. Embora as amígdalas desempenhem importante papel no sistema respiratório da garganta, elas não são essenciais, pois não são as únicas estruturas responsáveis pela imunidade da região. Na verdade, toda a mucosa também pode exercer a mesma função.

As amígdalas apenas podem exercer suas funções de defesa do sistema respiratório se suas estruturas estiverem preservadas. Se o órgão sofreu infecções ou algum dano que o está impedindo de exercer suas funções normais, ele pode ser extraído sem nenhum tipo de prejuízo à saúde. Segundo os médicos, não há evidências de que as amígdalas são importantes após os 3 anos de idade.

Minhas amígdalas nunca tiveram nada. Posso retirá-las assim mesmo?

Ainda não existe um consenso médico sobre a retirada das amígdalas que estão saudáveis. Alguns otorrinolaringologistas só indicam a operação se o órgão tiver infecções constantes ou não estiver exercendo as suas funções corretamente. No caso de amígdalas saudáveis, o recomendado é não extraí-las sem motivo, pois a cirurgia é invasiva e, como todo procedimento invasivo, pode trazer riscos.

Já outros especialistas recomendam a extração das amígdalas mesmo se elas estiverem saudáveis, pois esse órgão não é essencial para o corpo e para evitar infecções futuras, além de possíveis complicações de saúde. Cada caso deve ser analisado individualmente.

Crianças podem fazer a retiradas das amígdalas?

Sim. Geralmente em crianças, as amígdalas podem adquirir um tamanho muito grande, o que pode levar à obstrução da faringe e parte da laringe, principalmente durante o sono. Isso causa roncos com paradas respiratórias que podem trazer sérios problemas de saúde no futuro.

Os principais problemas causados em crianças que têm as amígdalas aumentadas são: sobrecarga cardiopulmonar, sonolência diurna, diminuição do rendimento escolar e baixo desenvolvimento estatural. Nesse caso, o indicado é fazer a extração das amígdalas o mais rápido possível.

Antes de qualquer decisão, é fundamental que você faça uma avaliação médica sobre o seu caso. Somente um especialista é quem pode decidir se a cirurgia da retirada das amígdalas é indicada ou não.

A Metlife sempre pensa no seu bem-estar e tranquilidade, em todos os aspectos. Oferecemos diversos tipos de seguros vida para que você e sua família fiquem resguardados de quaisquer eventualidades. Nossa equipe está sempre pronta para oferecer uma solução que mais se adequa às suas necessidades.