O que é afinal a ressaca? Entenda

Saiba como evitar os sintomas da ressaca

O tempo passa e o que levamos de bom são os momentos que passamos com as pessoas que mais gostamos. Normalmente, esses encontros são acompanhados de comidas e bebidas, em muitos casos as alcoólicas. Sendo assim, é bem provável que você já tenha passado por uma ressaca.

Nós da MetLife queremos seu bem-estar e para isso é importante que você entenda o que é a ressaca e como evitá-la. A ressaca sempre surge depois que ingerimos muito álcool, mas você sabe como ela é provocada?

Por que ficamos de ressaca?

O álcool não é uma substância bem-vinda para o corpo. Por isso, depois que bebemos ele é metabolizado e expulso. Porém, para eliminá-lo é preciso que os órgãos trabalhem mais que o normal. Todo esse processo se caracteriza como a ressaca.

O fígado é o principal órgão que faz o metabolismo do álcool, porém, ele consegue metabolizar uma pequena quantidade por hora, cerca de 10 gramas. Por isso, ele precisa trabalhar mais, mesmo depois que paramos de beber.

Além dele o pâncreas e os rins também precisam trabalhar muito para expulsar o álcool do organismo. Como a bebida muda a forma como a glicose é metabolizada, o copo fica com pouca glicose no sangue. Já os rins têm o papel de filtrar o sangue e quando bebemos há o aumento da urina, por conta da ação diurética do álcool.

Quais são as causas e sintomas da ressaca?

Os principais sintomas que sentimos quando estamos de ressaca são dor de cabeça, náuseas, falta de apetite, tontura, diarreia, sede, dificuldade de concentração e tremores. Eles podem ser sentidos, principalmente no dia após a bebedeira.

As causas desses sintomas são simples. Quando ingerimos muita bebida alcoólica nosso estômago começa a produzir mais suco gástrico, que irrita o órgão digestivo, causando a queimação, a gastrite alcoólica e até o vômito. O intestino produz secreções intestinais o que provoca a diarreia.

Além disso, como o álcool tem um efeito diurético e se não bebermos água, o que normalmente acontece, nosso corpo fica desidratado. Isso faz com que o sangue fique com pouca água, o que diminui a coagulação e desacelera o fluxo sanguíneo. O resultado disso é a dilatação das veias, gerando a dor de cabeça.

Essa desidratação também é a responsável por sentirmos muita sede. Com ela também perdemos alguns sais minerais, fazendo com que nossos músculos fiquem mais sensíveis e suscetíveis à dor.

Como evitar a ressaca?

Há quem diga que comer chocolate, tomar água enquanto está bebendo, ingerir medicamentos ou continuar a consumir bebida alcoólica evita a ressaca. Alguns desses métodos auxiliam na ressaca, porém outros não são nada eficientes.

Entre as coisas que você pode fazer para aliviar os sintomas estão:

● Beber água - se você consumir água nos intervalos dos copos de bebida alcoólica vai ajudar seu corpo a eliminar mais rapidamente as toxinas do álcool. Além disso, você não vai sentir os sintomas da desidratação, como dor de cabeça, e vai ajudar seu fígado a fazer o trabalho dele.

● Comer chocolate - a ingestão de doces ajuda a repor a glicose do corpo. Dessa forma, você vai ter mais energia. Porém, não evita outros sintomas como a dor de cabeça e a diarreia.

● Medicamentos - há alguns comprimidos que ajudam a evitar a ressaca, pois eles atuam na diminuição da dor de cabeça, nas dores no corpo e no enjoo. Porém, eles não impedem a intoxicação causada pelo álcool.

Sendo assim, se você gosta de bebida alcoólica, consuma com moderação para que seu corpo não fique sobrecarregado. Além disso, tente ingerir água enquanto estiver consumindo bebida alcoólica, dessa forma você evita vários sintomas da ressaca e auxilia seu fígado a fazer o trabalho dele.

Lembrando que apenas pessoas acima de 18 anos podem consumir bebidas alcoólicas.