Obesidade infantil: como prevenir e enfrentar

A obesidade infantil vem crescendo nos últimos anos. Saiba como preveni-la

Nós da MetLife nos preocupamos com a saúde das crianças. A obesidade está crescendo nos últimos anos por conta de novos hábitos que a sociedade vem adquirindo. Por isso, os pais precisam incentivar seus filhos a terem uma rotina mais saudável para evitar a obesidade infantil.

Confira nossas dicas e saiba como prevenir a obesidade infantil.

Quais são as causas da obesidade infantil?

A obesidade infantil surge por conta de três fatores: sedentarismo, mudanças dos hábitos alimentares e hereditariedade. Este último é inevitável, pois não tem como mudar os genes que a criança recebe dos pais.

Isso não quer dizer que uma criança que seja predisposta a engordar, não possa agir para que se mantenha saudável. Para isso, é preciso cuidar da alimentação e sair do sedentarismo. 

Hoje, com um número maior de famílias morando na cidade, as crianças tendem a ficar mais dentro de casa. Dessa forma, elas ficam mais paradas em frente à TV, ao computador, brincando com celular ou com videogame. 

Além disso, com a correria do dia a dia dos pais, é muito comum comprar comidas pré-prontas para a família ou consumir fast-food. Dessa forma, todos da família, incluindo as crianças, acabam consumindo uma grande quantidade de gordura e açúcar. 

A obesidade infantil não é uma questão de estética, mas sim de saúde. Visto que ela pode provocar o surgimento de muitas doenças, como diabetes, pressão alta, colesterol, entre outros. Isso faz com que os pequenos, desde cedo, passem a utilizar remédios para controlar sua saúde. Caso contrário, podem surgir doenças mais graves.

Como evitar a obesidade infantil? 

A obesidade infantil pode ser evitada ou prevenida. Para isso, é preciso incluir hábitos saudáveis na rotina das crianças e da família. Afinal, os pais precisam dar o exemplo para seus filhos.

Inicie a prevenção na gravidez

As mulheres grávidas precisam cuidar da sua alimentação e praticar exercícios para que seu bebê nasça saudável. O controle da alimentação previne a diabetes materna e auxilia que o bebê tenha um peso nem tão alto e nem tão baixo ao nascer. 

Insira alimentos saudáveis 

É aconselhável que os pais não insiram o açúcar na dieta dos bebês que tenham até dois anos. Isso porque, a criança terá maior risco de desenvolver diabetes, hipertensão e colesterol. 

Sendo assim, evite dar aos pequenos sucos de caixinha, refrigerantes, balas, doces e outros alimentos com adição de açúcar. As crianças podem consumir açúcares mais saudáveis por meio das frutas. Então, procure inserir desde cedo as frutas na alimentação das crianças.

Além das frutas, insira as verduras, os legumes, os cereais e outros tipos de alimentos que sejam saudáveis. Dessa forma, as crianças crescerão com uma alimentação mais rica em vitaminas, carboidratos, proteínas e minerais, que são importantes para o seu desenvolvimento.

Evite alimentos muito gordurosos ou com açúcares 

Evite consumir comida de fast-food. Elas são ricas em gorduras e açúcares. Prefira alimentos mais naturais e feitos em casa. 

Se a sua rotina da semana é corrida e você não tem tempo de cozinhar todos os dias, tente cozinhar no final de semana e porcione a comida para a semana. Se isso também não é possível, tente comprar marmitas de pessoas e empresas que você sabe que utilizam produtos naturais e que são saudáveis. 

Incentive seu filho a fazer atividades físicas

O sedentarismo é um grande inimigo, não só da obesidade, mas das doenças que ela pode provocar. Por isso, incentive seu filho a praticar esportes. Coloque ele numa escola de natação ou em algum outro esporte que ele goste. 

Se ele gosta de esportes mais radicais como andar de skate ou de patins, dê de presente para ele um kit de segurança e o brinquedo. Assim, ele pode ir com vocês ou com os amigos andar de skate, ou de patins.

A obesidade infantil é uma questão séria e precisa ser prevenida. Mas com os pais incentivando seus filhos a praticar hábitos saudáveis, ela pode ser evitada.