Os dentes do bebê: Cuidados e dicas para a 1ª dentição

Saiba como aliviar as dores e se preparar para o surgimento dos primeiros dentinhos do seu filho

Bebês costumam proporcionar alguns dos momentos mais marcantes da vida da gente, né? São tantos sorrisos, situações inusitadas e aprendizados, que às vezes esquecemos que dá para passar por alguns desafios dessa fase com um pouco mais de tranquilidade

Aqui na MetLife, a gente busca encontrar e divulgar ideias e dicas que facilitem todos os momentos relacionados a saúde e ao bem-estar de quem a gente gosta. Afinal de contas, nada melhor do que chegar preparado para situações como a 1ª dentição dos bebês.

Abaixo deixamos alguns toques sobre como e quando isso acontece e algumas dicas bacanas para que você e seu bebê passem por essa fase da forma mais tranquila possível.

O papel da alimentação materna no surgimento dos dentes do bebê

Os dentes de leite do bebê iniciam seu processo de formação ainda no ventre. Isso faz com que algumas atitudes da mamãe tenham influência direta na boa dentição da criança. 

Entre as dicas mais importantes para que essa fase seja aproveitada ao máximo está a atenção à alimentação, por meio de uma dieta balanceada, que tenha como objetivo garantir as vitaminas necessárias ao bebê.

Após o nascimento, investir na amamentação natural também auxilia na saúde bucal, já que o bebê aprende a respirar pelo nariz graças ao exercício muscular demandado pela mamada, sem contar que diversos problemas ligados à mordida também são evitados nesse processo.

O surgimento dos primeiros dentes

Via de regra, os primeiros dentinhos de leite podem surgir a partir do sexto mês. O processo, para que todos os dentes fiquem expostos, pode levar até 30 meses, então é interessante ficar atento a alguns sinais de que tem novidade acontecendo no corpo do seu bebê.

Como parte desse processo é possível notar que eles ficam um pouco mais agitados e irritados, a gengiva fica mais avermelhada e inchada, produzem mais saliva e perdem a fome.

Em conjunto com esses sinais, os bebês também passam a puxar e/ou colocar o dedinho dentro da orelha. Isso acontece por ele ainda estar entendendo de onde vem a sensação nova e também pelo fato da dor “se espalhar” por toda a região.

Como aliviar o desconforto

Dar algo frio ou gelado para o bebê morder é uma boa ideia. Mordedores que podem ir a geladeira ou até mesmo paninhos úmidos, funcionam bem.

Massagear a gengiva da criança também ajuda. É importante ficar atento a necessidade dos dedos estarem bem limpos para evitar qualquer complicação.

Nos casos em que o bebê se demonstra muito desconfortável, é possível procurar um pediatra ou um odontopediatra para que ele receite alguma medicação. Mas fique atento, só o especialista pode receitar algo para aliviar a dor da criança.

Recomenda-se que pomadas analgésicas não sejam usadas, já que o bebê pode engolir e amortecer a garganta o que gera desconforto.

Cuidando dos primeiros dentinhos

Tenha em mente que esses novos dentinhos precisam de cuidados antes que eles apareçam na boca do bebê. O ideal é que seja feita uma limpeza nas gengivas, bochechas e língua, duas vezes por dia, com um paninho úmido.

Após o surgimento do primeiro dente, já é possível iniciar a escovação com uma escova específica e água. A partir desse momento, procurar um odontopediatra é uma boa ideia tanto para tirar dúvidas quanto para entender melhor esse momento na vida do seu filho.