Palavras: porque elas podem ferir você e como evitar

As palavras, dependendo da forma que foram proferidas, podem arruinar as relações e deixar profundas mágoas

É notória a força que as palavras têm. Dependendo da forma que foram proferidas, podem magoar, ofender e tornar inesquecíveis para quem escutou. Por mais que o ser humano seja brilhante, ele ainda tem a capacidade de ofender as pessoas que mais ama, somente com as palavras.

Pensando em deixar sua convivência familiar e profissional mais harmônica, a MetLife preparou esse artigo que vai te mostrar porque as palavras podem ferir você e como evitar que isso aconteça, por mais impossível que possa parecer.

As palavras afetam nossas emoções

As palavras proferidas de uma maneira grosseira e ofensiva podem machucar bastante, principalmente se vierem de pessoas do nosso convívio diário. É bastante natural somente esperar coisas boas das pessoas que temos apreço.

O fato é que, quando escutamos algo que não é do nosso agrado, principalmente se for de alguém que amamos, pode ferir nossas emoções, pois jamais esperamos tais palavras de pessoas que tanto prezamos. As palavras ofendem até mais que determinadas ações, principalmente da forma e por quem são pronunciadas.

Nosso ego sente a força das palavras

Nosso ego é muito sensível e precisa sempre ser massageado com palavras positivas. Mas isso nem sempre acontece e quando escutamos palavras ofensivas, ele fica extremamente incomodado. Podemos “remoer” aquilo por muito tempo.

Com a convivência diária, brigas e discussões podem acontecer, seja no ambiente de trabalho ou em casa. Por isso, durante uma conversa mais acalorada, palavras ofensivas podem ser ditas, atingindo o ego de quem escutou. E isso é inerente a qualquer ser humano. 

Seja menos esponja e mais filtro

Conviver com pessoas não é uma das tarefas mais prazerosas e fáceis da vida, afinal, somos seres imperfeitos. Dessa forma, podemos escutar ofensas de parentes ou até colegas de trabalho no dia a dia.

Uma ótima dica para não se deixar levar pelas emoções negativas do cotidiano, é “filtrar” todas as palavras que entram dentro dos seus ouvidos. Se você absorver tudo como uma esponja, sua saúde emocional pode ficar prejudicada. Saiba relevar algumas coisas e tenha a maturidade de saber que não vale a pena discutir todas as vezes.

Não pague com a mesma moeda

Por mais que possa parecer difícil não devolver a ofensa com a mesma severidade nas palavras, respire fundo e conte até 10 antes de mostrar toda a sua ira. Pagar o mal com o mal nunca é o mais recomendado. Se alguém próximo te ofendeu com palavras, jamais faça o mesmo.

Ficar trocando farpas o tempo inteiro só aumenta o desgaste, além de prejudicar ainda mais a delicada convivência. Demonstre maturidade e releve as ofensas, por mais impossível que possa parecer. Se for possível, saia de perto da pessoa para arejar os pensamentos. Quanto menos ira você sentir, melhor para sua saúde.

Sabemos que não é fácil, mas com um pouco de tolerância e seguindo nossas dicas, você terá uma convivência mais pacífica com as pessoas.