Quais exames você deve fazer ao começar uma atividade física?

Visita ao médico e check up completo trazem mais segurança

Praticar exercício físico é um dos primeiros passos para uma vida mais saudável. Além de fazer bem para o corpo, a liberação de endorfina durante o exercício ajuda na redução da ansiedade e estresse, aliviando as tensões do dia a dia e causando sensação de bem-estar. 

E, independentemente do tipo de exercício físico que você escolher, checar como anda sua saúde antes de se aventurar nessa nova etapa é responsável, sobretudo, se você leva uma vida sedentária. Portanto, reunimos 4 passos para você começar sua nova jornada saudável:

1 - Procure um cardiologista

É extremamente recomendável ir a um cardiologista - de preferência especializado em treinamento esportivo - fazer um eletrocardiograma e o teste ergométrico.

No caso do teste ergométrico é aconselhável que seja feito por um especialista, que alinhe o nível de esforço pretendido na academia com o teste de esforço do momento do exame.

2- Em caso de piscina...

Caso opte por atividades como natação ou hidroginástica, é recomendável procurar um dermatologista para assegurar que sua pele está em boas condições e assim não transmitir doenças.

No caso específico das mulheres, uma consulta ao ginecologista para se certificar de que está livre de infecções como a candidíase é importante.

3 - Ortopedista é primordial

Vá ao ortopedista para ver se você tem alguma limitação de coluna, de ombro, de joelho ou de quadril, que possa ser prejudicada com a realização da atividade.

Conhecer essas limitações é fundamental para a orientação do profissional de educação física que irá te acompanhar. E se já tiver alguma lesão, leve os exames - como ressonâncias magnéticas - ao instrutor na hora de elaborar seu treino.

4 - Exame de sangue

Depois de uma visita ao cardiologista, dermatologista, ginecologista e ortopedista, procure um clínico geral para fazer um exame de sangue completo - caso os especialistas anteriores não o tenham solicitado ainda.

Taxas como as de sódio e potássio, por exemplo, são importantes para a contração muscular durante o exercício. Checar os níveis de colesterol, triglicérides, glicose e ácido úrico, entre outros, também devem estar no pedido médico.