Retração da gengiva: entenda porque ela é cada vez mais comum e saiba evitá-la

Medidas simples que podem ser tomadas em casa fazem parte de um tratamento efetivo para evitar ou amenizar o problema

A retração da gengiva, ocorre quando há diminuição da quantidade de gengiva que cobre o dente, deixando-o mais exposto. Ela pode acontecer em apenas um dente ou em vários. 

Estima-se que mais da metade da população mundial entre 18 e 65 anos de idade tenha pelo menos um dente acometido por essa doença. Por isso, pensando na sua saúde bucal, vamos esclarecer as principais causas da retração gengival e as formas de evitá-la.  

O que causa a retração da gengiva? 

Vários motivos contribuem para a causa e agravamento do problema, mas, entre os mais comuns estão: 

Excesso de força durante a escovação  

O uso da força durante a escovação pode machucar sua gengiva. 

Bruxismo  

O bruxismo, popularmente conhecido como ranger dos dentes, também gera desgaste dos dentes e perda óssea, e consequentemente a diminuição do tecido ósseo bucal. 

Doenças periodontais 

A periodontite é uma doença que se inicia com a inflamação da gengiva, causada principalmente por placa bacteriana e tártaro. Como consequência, ela pode causar retração gengival, diminuição do osso de suporte do dente, e amolecimento do dente.

Mau posicionamento dos dentes 

Dentes encavalados dificultam a higiene bucal e, por isso, são mais suscetíveis a doenças periodontais.

Genética 

As características da sua gengiva são determinadas pela genética, assim como todo o resto do seu corpo. Portanto, se seus pais têm retração de gengiva, você possui maior risco de desenvolver a condição. 

Uso de piercing nos lábios ou na língua 

O atrito do metal na gengiva pode causar um trauma inflamatório e consequentemente a retração da gengiva. 

Procedimentos odontológicos realizados de forma errada 

Implantes dentários, aparelho ortodôntico, clareamento e restaurações são alguns dos exemplos de procedimentos odontológicos que podem causar a retração da gengiva quando realizados de forma incorreta. 

Idade 

Com o passar dos anos é natural ocorrer a diminuição do tecido ósseo e uma maior propensão da retração da gengiva. Trata-se de um fato fisiológico e atinge mais algumas pessoas do que outras.   

Agora que já conheço as causas, como faço para tratá-la? 

O tratamento da retração gengival depende do grau em que ela se encontra. Apenas um dentista pode realizar o diagnóstico correto, identificar as causas e apresentar as possíveis soluções. 

Quando diagnosticada precocemente não é necessário nenhum tratamento complexo para a correção. Seu dentista é o profissional responsável pelas orientações.

E em caso de situações mais graves, é necessária uma raspagem ou até mesmo alguma intervenção cirúrgica. Essa é a solução mais indicada para casos em que a retração da gengiva é causada pela periodontite. 

 Como prevenir a retração gengival? 

A prevenção passa por um conjunto de medidas. São elas: 

  • Escove os dentes e utilize o fio dental sempre após as refeições; 

  • Dê preferência a escovas com cerdas macias;  

  • Evite alimentos e bebidas açucaradas. E em caso de consumo, escove os dentes logo na sequência ou faça um bochecho com água;

  • Efetue limpezas e exames odontológicos regularmente; 

  • Evite o fumo, pois o cigarro é altamente prejudicial para a gengiva; 

  • Vá ao dentista sempre que notar qualquer alteração em seus dentes ou gengivas. 

Cuidar da saúde bucal é muito importante, pois ela influencia diretamente em nossa qualidade de vida. A boca é um grande indicador de bem-estar e uma infecção oral pode afetar todo o seu corpo. Seja gentil com seus dentes e com você!