Conheça alguns sinais iniciais da depressão e saiba como buscar ajuda

Diagnóstico precoce garante tratamento mais eficaz

O dia a dia corrido e a rotina repleta de atividades relacionadas ao trabalho, família e estudos, é algo corriqueiro e bastante comum em nossas vidas. 

Essa aceleração constante, já há algum tempo, tem sido apontada como um dos principais fatores para o aumento do diagnóstico de doenças como a depressão. Transtorno que afeta pessoas de todas as idades, em todas as partes do mundo, e que quando diagnosticada em seu estágio inicial garante um processo de recuperação emocional mais rápido e menos doloroso.

Assim, pensando em auxiliar na identificação de alguns sintomas que podem indicar o início desse quadro, e garantir um início rápido do tratamento, o time MetLife elencou alguns dos principais sintomas que uma pessoa que pode estar sofrendo com o transtorno.

Como entender o diagnóstico da depressão

A OMS - Organização Mundial da Saúde - determina que para que uma pessoa receba o diagnóstico de depressão é necessário que ela apresente ao menos cinco sintomas do transtorno psicológico. 

Assim, além da alteração de humor, configurada por tristeza, desânimo ou/e pensamentos negativos, outros fatores como alterações do sono, falta de concentração, mudança no apetite, precisam fazer parte do diagnóstico para que a identificação do quadro seja completa. 

Veja abaixo alguns dos sintomas que fazem parte das alterações causadas pela doença.

Perda de interesse por algo que se gosta

Um dos sinais que mais repercutem na fase inicial da depressão é a perda do interesse por atividades que gostamos de fazer. Ficar atento a esse sinal é extremamente importante já que ele é um dos principais indicadores do quadro depressivo.

Cansaço excessivo, fadiga e perda de energia

Muitas vezes esses fatores costumam ser encarados como falta de uma alimentação adequada em conjunto com um tempo correto de descanso. No entanto, quando esses sintomas se relacionam com outros fatores que completam o quadro depressivo, vale a pena ficar atento.

Pensamentos de morte recorrentes, vontade de morrer

Esse é um dos quadros mais alarmantes. Psicólogos e analistas pedem para que as pessoas conversem sobre o tema e busquem ajuda de um profissional o quanto antes.

Sensação de tristeza profunda e inutilidade

Frequentes crises de choro, pessimismo exacerbado e sentimento de culpa devem acender o sinal de cuidado. Essa sensação de tristeza também pode ser percebida por meio do sentimento de inutilidade e busca por isolamento de amigos e familiares.

Nesse momento, conversar sobre o que se sente é essencial para que a busca por auxílio especializado possa acontecer da forma mais rápida possível.

Irritabilidade constante por qualquer motivo

Ficar nervoso em situações cotidianas, vontade de gritar, ataques de raiva, entre outras formas de expor o que se sente de maneira agressiva, também são sinais que precisam ser avaliados como parte do quadro depressivo. 

Vale sempre ficar atento a esses pontos e conversar com um profissional para que ele possa dar um diagnóstico mais assertivo em relação ao quadro geral.